Expansão econômica

Nona maior cidade em população e 12º maior PIB (Produto Interno Bruto) de Santa Catarina, conforme dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Palhoça vive uma fase de expansão econômica nos últimos anos. Esse fato deve-se, em grande parte, a uma série de ações desenvolvidas com o objetivo de atrair os novos empreendimentos. O município implantou uma legislação mais moderna nos incentivos fiscais, reduziu a burocracia e criou um ambiente favorável de negócios e de fomento ao empreendedorismo inovador. Dados de agosto apontam que há mais de 20 mil empresas ativas em Palhoça. No primeiro semestre deste ano, a arrecadação de ISS (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza) subiu 13,28% em relação ao mesmo período do ano passado. Empreendedores e empresários de outras cidades e Estado têm buscado qualidade de vida e apoio para abrir seus negócios em Palhoça. O assunto foi um dos temas da edição de fim de semana do ND. Empresários ouvidos na reportagem relataram que a cidade oferece a chance rápida de crescimento e sucesso, com custo fixo menor. O crescimento econômico de Palhoça é positivo também para as cidades da Grande Florianópolis. Pela proximidade dos municípios, a economia de toda a região se fortalece. Quem investe em Palhoça e tem sucesso nos negócios, certamente vai gastar seu dinheiro em Florianópolis, São José ou Santo Amaro da Imperatriz. Uma grande contribuição para essa circulação financeira vem das belezas naturais e atrações turísticas da região.

+

Editoriais