Festas e consciência

Os 13 eventos que formam as Festas de Outubro em Santa Catarina movimentam cidades e, principalmente, rodovias. Neste mês, essa movimentação é preocupação constante da PRF (Polícia Rodoviária Federal) e da PMRv (Polícia Rodoviária Militar), que reforçam a fiscalização no período. O fluxo de veículos tem aumento significativo no Vale do Itajaí e no Litoral, o que exige atenção redobrada de quem trafega por essas regiões. No ano passado, no trecho da BR-470 na região de Blumenau foram registrados 83 acidentes, que resultaram em 89 feridos e dois mortos. Diferente do movimento de turistas na temporada de verão, a maior preocupação das polícias neste período é com a combinação álcool e direção. Como é tradição em Santa Catarina que as Festas de Outubro sejam embaladas por muito chope, o sinal de alerta tem que permanecer ligado durante todo o mês. Muitos foliões que querem aproveitar ao máximo esses eventos nem sempre têm consciência do perigo de pegar a estrada depois de ingerir bebida alcoólica. Por isso, a prioridade na fiscalização da PRF e PMRv é a Lei Seca. Num país onde a imprudência ao volante sempre foi regra, é positivo contar com essas operações policiais, cada vez mais aceitas pela sociedade. Pois a vida é um bem muito mais precioso do que um dia de diversão com os amigos que pode acabar num instante. A orientação das polícias é que as pessoas viagem em grupos e um não consuma álcool para poder dirigir. Outra recomendação é a utilização de vans, ônibus, táxis ou aplicativos de viagem. Assim, a diversão é garantida.

+

Editoriais