Impulso para os negócios

O Brasil começa a viver definitivamente uma nova fase. Quase nove meses depois de ser oficialmente proposta pelo governo, a reforma da Previdência foi promulgada ontem por deputados e senadores. O texto altera regras de aposentadorias e pensões para mais de 72 milhões de pessoas, entre trabalhadores do setor privado que estão na ativa e servidores públicos federais. A nova Previdência já reflete em um ambiente amigável para negócios, que tem atraído investidores.

O ministro de Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, enfatizou essa informação em um evento com empresários no BNDES, no Rio de Janeiro: “Já se observa uma expansão no varejo, na atividade industrial. Estamos realmente sentindo os efeitos da retomada da credibilidade”. A reforma da Previdência, que nenhum outro governo teve coragem de propor, levar à votação e aprovar, é coerente e atende à necessidade da correção de injustiças. Os privilégios acabam-se. A proposta inicial do governo previa economia de R$ 1,2 trilhão em dez anos.

Com as alterações feitas pelo Congresso, caiu para R$ 800 bilhões no mesmo período. Ainda assim, é um valor bem representativo que vai recolocar o Brasil no caminho do crescimento. O ritmo não pode cair. O governo precisa continuar priorizando as reformas – os novos desafios são a tributária e a administrativa. É necessário crescer e entrar, sem recuos, na via do desenvolvimento econômico, com equilíbrio fiscal e com capacidade de reduzir a dívida social com os segmentos da população à margem das conquistas alcançadas pelo país.

Mais Opiniões Editoriais

Editorial

Estamos às vésperas do Carnaval e muitos brasileiros estão “concentrados” para a folia que toma conta do país. […]

Editorial

A operação que mobilizou quase 600 policiais civis de 12 Estados brasileiros, Santa Catarina entre eles, demonstra o […]

Editorial

O movimento da Fecam (Federação Catarinense de Municípios) para frear o edital de concessão do trecho Sul da […]

Editorial

A quarta-feira foi um dia histórico no Brasil. O Copom (Comitê de Política Monetária), do Banco Central, reduziu […]

Editorial

Referência para o Brasil em oferta de serviços de atenção primária na área da saúde, Florianópolis já consolidou […]

Editorial

Paralisado nos últimos anos pela recessão econômica que travou o país, o setor da construção civil ganhou novo […]

Editorial

Apesar da rapidez da troca de informações no mundo cada vez mais globalizado, ainda há pouca informação sobre […]

Editorial

O projeto de municipalizar as sete rodovias estaduais que cortam Florianópolis ganha fôlego sempre que cresce o debate […]