Incentivo a novos negócios

A lei municipal que prevê a concessão de incentivos fiscais para empresas de inovação instaladas no perímetro do Centro Sapiens vem sendo considerada como uma ferramenta importante para estimular a tão sonhada revitalização da ala leste do Centro Histórico de Florianópolis. Sancionada na última sexta-feira pelo prefeito Gean Loureiro, depois de ser aperfeiçoada pela Câmara de Vereadores, a lei permite a renúncia fiscal de IPTU e ISS para empreendimentos inovadores e voltados à economia criativa.

A expectativa é de que os benefícios garantidos pela legislação municipal tenham potencial para atrair novas empresas para a região – com a geração de oportunidades de trabalho – e dinamização da economia local. A charmosa ala leste do Centro da Capital vem lutando contra a estagnação nos últimos anos, causada pelas transformações naturais e cotidianas da cidade e agravada pela falta de iniciativas criativas do poder público. O panorama, enfim, começa a mudar.

Com a nova lei, Executivo e Legislativo mostram que estão dispostos a conversar com outros atores da sociedade e contribuir para a criação de um ambiente de negócios bem menos hostil do que o atual. Via de regra, o cenário hoje é burocrático e desestimulador.

As novas regras garantem segurança jurídica aos empreendedores – uma das principais demandas de quem quer investir em Florianópolis -, o que pode mudar esse panorama. A iniciativa se junta a outros esforços para revitalizar a ala leste, como a recuperação do prédio da Escola Antonieta de Barros, fechado há 10 anos, e a reforma da Casa de Câmara e Cadeira, futuro Museu de Florianópolis sob gestão do Sesc.

+

Editoriais