Investigação sem espetáculo

Não há dúvida quanto a seriedade das investigações da Polícia Federal, nem dos julgamentos e decisões da Justiça. Mas no mundo da informação em tempo real e das redes sociais, onde se opina e se compartilha tudo, na maioria das vezes no embalo da maioria ou no calor do momento, é justo fazer uso do instrumento de uma prisão temporária de uma pessoa pública, que jamais deixaria de atender um pedido para prestar um depoimento? Mesmo liberado na noite de terça-feira, após prestar depoimento, mostrar fatos e defender que não tem envolvimento com a Operação Chabu, o prefeito da Capital, Gean Loureiro (Sem partido), teve a imagem duramente prejudicada.

A atitude da Polícia Federal e da Justiça Federal ao lançarem mão da prisão temporária, ao invés de uma convocação para depoimento, pode prejudicar não só a carreira política do prefeito, exigindo dele um grande esforço para esclarecer os fatos e recuperar seu patrimônio político, mas até mesmo parte dos projetos em andamento na prefeitura e a própria cidade.

Casos como este funcionam como um verdadeiro freio de mão sobre as estruturas públicas. É fato que o brasileiro quer o Brasil passado a limpo. Quer ver o fim dos malfeitos na gestão pública. Apoia as ações da Polícia Federal. Portanto, são desnecessárias atitudes que amplifiquem o alcance midiático das operações. O instrumento da prisão, mesmo que temporária, é um duro golpe para qualquer cidadão.

E mesmo quando ela não se confirma, o simples envolvimento de qualquer pessoa já provoca um julgamento pela opinião pública. Por isso, a prisão temporária, que substituiu a condução coercitiva nas práticas investigativas, deve ser usada à letra da lei, quando realmente houver necessidade, avaliadas as implicações de cada caso e cada alvo. Ou teremos mais casos como o do prefeito Gean, que implicam em danos a reputações e até mesmo como o reitor da UFSC, Luiz Carlos Cancellier, ainda mais graves.

Mais Opiniões Editoriais

Editorial

A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Assembleia Legislativa de Santa Catarina deu o primeiro e importante […]

Editorial

O Pacote Anticrime, originalmente proposto pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, com objetivo de ampliar […]

Editorial

Poderia ter sido melhor. Esse é o sentimento que ficou após a aprovação do Pacote Anticrime na Câmara […]

Editorial

O quinto ano consecutivo com a Bandeira Azul, certificação que representa a consolidação do local como referência internacional […]

Editorial

O grande sonho capitaneado por lideranças empresariais e políticas de Florianópolis há pelo menos seis anos começa a […]

Editorial

Enquanto a obra de restauração da ponte Hercílio Luz caminha para a fase final, inclusive com definições sobre […]

Editorial

Segunda cidade brasileira mais visitada em 2018, atrás apenas do Rio de Janeiro, conforme Estudo de Demanda Turística […]

Editorial

Por mais campanhas e mobilizações contra o racismo que são organizadas por instituições, ONGs ou veículos de comunicação, […]

Editorial

A poucos dias do início de dezembro, Santa Catarina e os principais destinos turísticos do verão fazem os […]

Editorial

Com dificuldades de fazer o Pacote Anticrime avançar no Congresso Nacional, o ministro da Justiça e da Segurança […]