Mais avanços na luta contra a Covid-19

Com a vacinação de mais de 96 milhões de brasileiros contra a Covid-19, ao menos com a primeira dose, o número de casos e de óbitos provocados pela doença caíram cerca de 40%, em um mês, de acordo com dados do LocalizaSUS, plataforma do Ministério da Saúde.

Os números consideram a média móvel de casos e mortes de 25 de junho a 25 de julho deste ano. No caso das mortes, a queda é de 42%: passou de uma média móvel de 1,92 mil para 1,17 mil, no período.

O número de casos caiu para 42,77 mil na média móvel de domingo (25), o que representa redução de 40% em relação ao dia 25 de junho, segundo o Ministério da Saúde.

Os levantamentos do LocalizaSUS mostram também significativo avanço na vacinação. O país já passou a marca de 60% da população vacinada com, pelo menos, uma dose de vacina. Ou seja, já são mais de 96,3 milhões de brasileiros, dos 160 milhões com mais de 18 anos.

Mesmo com a boa marca de primeiras doses aplicadas, os dados do vacinômetro do Ministério da Saúde mostram que ainda há um longo caminho a ser percorrido. Isso porque o número de pessoas com ciclo de imunização completo, por enquanto, é de 37,9 milhões de pessoas.

E as autoridades da área da Saúde seguem alertando que para as vacinas serem eficazes é necessário que as pessoas completem seu ciclo vacinal. O reforço no alerta do Ministério da Saúde faz todo o sentido, já que uma parcela da população ainda não parece sensibilizada sobre a importância da conclusão do ciclo vacinal.

Segundo a Dive (Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina), até segunda-feira (26), 125.220 pessoas que receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19 no Estado não haviam retornado no tempo correto para tomar a segunda aplicação.

E a luta contra o coronavírus não pode ter trégua. Para isso, até o final do ano, o governo federal prevê a chegada de mais 600 milhões de doses contra a Covid-19. E mais um dado a comemorar: a partir de outubro, o Brasil entrará no restrito clube dos países fabricantes de seu próprio imunizante.

Como se pode notar, o Brasil segue avançando na batalha contra o coronavírus. Mas a população também precisa fazer a sua parte, se engajando de vez na conclusão de seu ciclo vacinal, respeitando o distanciamento social, e usando máscara e álcool gel.

+

Editoriais

Editorial

Reportagem publicada na página 15 desta edição traz decisão judicial tomada por juíza do município d ...