Mais empregos e SC como referência

Os índices econômicos positivos que vêm sendo divulgados mensalmente no país apontam para uma retomada robusta da economia. O período nebuloso, que começou ainda antes da pandemia, parece estar ficando para trás.

Ontem, o Ministério da Economia, por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgou o balanço de maio das vagas de emprego, um dos principais balizadores da nossa economia. O Brasil criou 280,6 mil postos de trabalho formal.

O número de trabalhadores contratados com carteira assinada foi maior que o total de demitidos do mercado formal de trabalho. No período, foram registradas 1.548.715 admissões e 1.268.049 desligamentos.

Ainda assombrado pela alta da inflação, que eleva os preços de alimentos, combustíveis e gás de cozinha, entre outros itens básicos que fazem parte da vida dos brasileiros, o país volta a caminhar com passos firmes, dá uma esperança a mais aos cidadãos que sofrem com a pandemia. Mesmo na crise do coronavírus, o Brasil está gerando empregos e evitando demissões.

Para o ministro Paulo Guedes, a economia brasileira continua surpreendendo positivamente: “Importante também registrar que todas as regiões, todos os setores e todos os Estados registraram a criação de novos empregos. É a economia brasileira se levantando, e setores que estavam muito fragilizados, como serviços, estão sendo destaques deste mês de maio”.

Entre os Estados, mais uma vez Santa Catarina é o principal destaque. Nos cinco primeiros meses do ano, o Estado criou 111,4 mil vagas de trabalho. É o melhor resultado do país, se considerados os dados relativos ao estoque de empregos. Em maio, o saldo positivo foi de mais de 13,5 mil postos de trabalho. Com esses números positivos, Santa Catarina segue como referência na criação de empregos no Brasil.

Os setores de serviços, indústria e construção civil foram os principais destaques em maio no Estado. A força catarinense está cada vez mais consolidada no país. Essa potência econômica tem a cara do povo catarinense, que respira trabalho e dedicação.

+

Editoriais

Editorial

O Grupo ND e a Fiesc (Federação das Indústrias de Santa Catarina) deram a largada na sexta-feira (23 ...

Editorial

O Brasil está virando um país de golpistas e fraudadores. Durante a pandemia, o número de golpes e f ...