Momento é de atenção

Momento é de atenção Os números de casos do novo coronavírus (Covid-19) não param de crescer. O terceiro caso no Brasil foi confirmado ontem. Em todo o mundo, são mais de 3.200 mortes. A situação é complicada, todos precisam ficar atentos às informações corretas, de órgãos de saúde e de veículos de comunicação confiáveis. Durante entrevista coletiva, o secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino, afirmou que o momento é de atenção, mas não de pânico.

Conforme Zeferino, o Estado segue o protocolo estabelecido pelo Ministério da Saúde e tem um plano de contingência implementado para diminuir os riscos e impactos da doença na população. O importante é que cada cidadão siga com os cuidados básicos com a higiene, como lavar as mãos com água e sabão, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel ou com antebraço quando tossir, além de evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas. Sempre.

Não podemos apenas nesse momento que o mundo inteiro está em alerta nos preocuparmos com a higiene pessoal. A recomendação da Secretaria de Estado da Saúde é a etiqueta respiratória, que ajuda na contenção do vírus respiratório. Nós, brasileiros, já somos “escolados” para lidar com doenças contagiosas. O histórico de epidemias como da gripe H1N1, da gripe suína e até do sarampo pode nos ajudar nesta hora. O sarampo, por exemplo, foi erradicado em 2016 com vacinação e controle.

Mas relaxamos e a doença voltou. Com o coronavírus a situação é um pouco mais grave porque não há vacina que previna o contágio. Por isso, precisamos estar preparados. Medidas de isolamento, levantamento de hospitais de referência, padronização de procedimentos dos profissionais de saúde e a quantidade de máscaras e de outros insumos necessários ao controle devem estar planejadas. E a população, alerta.

+

Editoriais

Editorial

Apesar de ainda o coronavírus ser uma real ameaça, de a Covid-19 continuar matando centenas de pesso ...

Editorial

“Perceba o risco, proteja a vida”. Este é o tema da Semana Nacional de Trânsito, que vai até amanhã. ...

Editorial

Nesta época de pandemia, uma data importante do calendário brasileiro passou praticamente despercebi ...