Mudanças necessárias

Passo importante para o equilíbrio das contas públicas, a reforma da Previdência dos servidores estaduais de Santa Catarina deve ser votada até o fim do mês na Assembleia Legislativa. O projeto apresentado pelo governo do Estado segue as diretrizes das mudanças realizadas pelo Congresso Nacional em 2019 na Previdência.

Se aprovada, a reforma estadual prevê economia de R$ 900 milhões em dez anos; de R$ 3,3 bilhões em 15 anos; e de R$ 6,4 bilhões em 20 anos. Hoje, Estado e prefeituras gastam grande parte de seus orçamentos para garantir a aposentadoria dos servidores. É uma conta que não fecha. Para honrar as folhas de pagamentos, faltam recursos para investimentos em obras e serviços para a população.

A folha salarial de fevereiro do governo do Estado ficou em R$ 993,77 milhões. O Portal da Transparência mostra que Santa Catarina tem atualmente 154,9 mil servidores. São 82,2 mil na ativa e 75,1 mil aposentados e pensionistas. É preciso avançar e mudar o atual sistema previdenciário. Por isso, o Grupo ND mantém uma campanha institucional em favor da reforma da Previdência para Estados e municípios.

Nossos deputados precisam encarar esta realidade: sem reforma da Previdência, vai faltar dinheiro para a saúde, educação e segurança. E só com a reforma será possível garantir o futuro dos servidores e de todos os catarinenses. Santa Catarina é um Estado diferenciado, construído com muito esforço e trabalho. A reforma apresenta um grande passo para acelerar ainda mais nosso desenvolvimento.

+

Editoriais

Editorial

Apesar de ainda o coronavírus ser uma real ameaça, de a Covid-19 continuar matando centenas de pesso ...

Editorial

“Perceba o risco, proteja a vida”. Este é o tema da Semana Nacional de Trânsito, que vai até amanhã. ...

Editorial

Nesta época de pandemia, uma data importante do calendário brasileiro passou praticamente despercebi ...