Na contramão da prevenção

Confiantes de que a Olimpíada-2020 será realizada em julho e agosto, os japoneses dão continuidade aos preparativos e deixam o mundo em alerta. Mesmo com o vice-presidente infectado pelo coronavírus, o Comitê Olímpico Japonês mantém a convicção de que poderá organizar e realizar os Jogos de maneira integral.

E para isso conta com o aval do primeiro-ministro Shinzo Abe. Assim, o Japão vai na contramão da Organização Mundial da Saúde, que vem adota medidas restritivas para tentar amenizar o impacto da doença e para que o menor número possível de pessoas seja infectado. São esperados 11 mil atletas olímpicos e 5.000 paralímpicos. Uma cidade que sedia os Jogos Olímpicos costuma receber uma quantidade grande de turistas estrangeiros também.

Em Londres, em 2012, foram 470 mil, enquanto o Rio de Janeiro contabilizou cerca de 410 mil visitantes, segundo informações oficiais. É uma multidão, oriunda dos cinco continentes, que vai se aglomerar em competições e áreas de convivências. Por que manter essa competição? É por dinheiro? A saúde pública teria que ser prioritária, e não os US$ 12,6 bilhões gastos na organização da Olimpíada e que depois vão virar lucro de duas a três vezes maior.

Será que os atletas e treinadores querem disputar os Jogos Olímpicos nestas atuais condições? A manutenção pode ser um tiro no pé. E se atletas e treinadores esvaziarem a competição, se negarem a viajar ao Japão? A Olimpíada pode virar um mico.

Os Jogos Olímpicos foram cancelados apenas três vezes, por conta de guerras mundiais. Em 1916 (seriam em Berlim), por causa da Primeira Guerra, e em 1940 (Tóquio) e 1944 (Londres), por causa da Segunda Guerra. Nunca houve um cancelamento por motivo de saúde pública. Sempre tem a primeira vez.

Mais Opiniões Editoriais

Editorial

O adiamento das eleições municipais de outubro para novembro, promulgado ontem pelo Congresso Nacional, é apenas um paliativo […]

Editorial

Encampada pelas gigantes Unilever e Coca-Cola, a campanha global Stop Hate for Profit (Para de dar lucro ao […]

Editorial

Apesar de todos os obstáculos criados pelo governo do Estado neste um ano e seis meses da gestão […]

Editorial

Ainda que não representem a grande maioria da população, que vem acatando as orientações sanitárias, os flagrantes de […]

Editorial

O relatório parcial da apuração interna da CGE (Controladoria-Geral do Estado) sobre o desastroso processo de compra dos […]

Editorial

A Lei 14.016/2020, sancionada ontem pelo presidente Jair Bolsonaro, acaba com uma das maiores injustiças no país. Até […]

Editorial

O passo atrás da Prefeitura de Florianópolis na flexibilização das restrições foi radical, mas é um recado direto […]

Editorial

Durante 33 anos, o Estado de Santa Catarina deixou de receber cerca de R$ 300 milhões referentes aos […]

Editorial

Acesso ao crédito é uma das principais dificuldades enfrentadas por empresários e comerciantes dos três Estados do Sul […]

Editorial

Os números ainda são negativos, afinal o país está praticamente parado há três meses, mas o desempenho da […]

Editorial

A retomada do transporte coletivo em Florianópolis, num clima de muita tranquilidade, com movimento tímido, capacidade reduzida a […]

Editorial

Mais uma vez, o Sintrasem (Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal de Florianópolis) agiu para prejudicar a […]

Editorial

A corrida dos laboratórios e pesquisadores do mundo inteiro pela vacina contra a Covid-19 ganha novas etapas a […]

Editorial

A atividade econômica sentiu o duro golpe da pandemia do novo coronavírus. A queda foi especialmente dolorosa para […]