O exemplo da força-tarefa

Prestes a completar um ano de trabalho, a força-tarefa que reuniu Ministério Público, Prefeitura de Florianópolis, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, CDL, Delegacia de Pessoas Desaparecidas, Guarda Municipal e Defesa Civil conseguiu resultados significativos na identificação de prédios e construções abandonadas e no fechamento dessas estruturas. A união de todas essas forças da sociedade organizada é um exemplo a ser seguido para o combate a outros problemas da Capital, como o dos andarilhos e moradores de rua e até mesmo o da mobilidade urbana.

Ao longo do trabalho da força-tarefa, prédios antigos e novos, abertos para o ingresso de qualquer pessoa, foram lacrados e seus proprietários identificados, o que permite que, a partir de agora, diante de alguma nova ocorrência, os responsáveis sejam chamados e resolvam o problema, garantindo a segurança da comunidade. Não foi necessária, até agora, nenhuma ação judicial, mas o peso da força-tarefa foi fundamental, com todas as suas entidades, para que ninguém se negasse a fechar e limpar o seu prédio ou terreno.

A ação continua e tem enfrentado, também, os casos que são denunciados pela comunidade e não se confirmam. Muitas vezes se trata de uma obra parada por algum tempo e não de uma estrutura abandonada. Mas também nesse caso a simples presença dos agentes motiva a reação do proprietário e a consequente garantia de segurança para vizinhos e moradores. Que esse trabalho continue prosperando e servindo de exemplo para a nossa sociedade. Com os prédios vazios fechados, nossas ruas ficam mais seguras.

Mais Opiniões Editoriais

Editorial

As velhas práticas da política estão mais que condenadas. Não é apenas a legalidade que norteia uma decisão. […]

Editorial

É grande a expectativa pelos efeitos da reforma da Previdência na economia do país. Uma nova realidade, que […]

Editorial

O imbróglio que cerca a restauração da Catedral Metropolitana de Florianópolis reflete a dificuldade de preservação dos prédios […]

Editorial

Num cenário social ainda conturbado, que divide os brasileiros a favor ou contra, entre direita e esquerda, Bolsonaristas […]