Por mais vacinas e menos mortes

Um avanço digno de ser comemorado é a informação de que Santa Catarina evoluiu no mapa nacional da vacinação, saindo da posição de um dos últimos Estados em porcentagem de população vacinada para um dos dez que mais vacinaram.

Isso graças às remessas mais generosas enviadas pelo Ministério da Saúde e graças aos esforços de governo estadual na distribuição e às administrações municipais ao organizarem verdadeiros mutirões para dar vazão à campanha que prioriza os idosos, agora já na faixa dos 70 anos, e os profissionais de saúde.

Esta notícia traz um alento justamente no dia em que o Brasil bate novo e triste recorde de mais mortes por Covid-19, chegando ao estratosférico registro de 3.251 mortes nas últimas 24 horas.

Santa Catarina também não deixou por menos nesta triste estatística, batendo mais um recorde e beirando os 200 óbitos por dia. Estamos muito perto das 10 mil mortes em um ano de pandemia. Aliás, amanhã está completando um ano da primeira morte por Covid em Santa Catarina, um senhor de 86 anos. E ao contrário do que as primeiras informações diante do desconhecido nos chegavam, não são só pessoas idosas que engrossam as estatísticas de vítimas.

Então, que entre uma lágrima e outra pela morte de um amigo ou parente, pois dificilmente hoje no país encontraremos alguém que não tenha um amigo ou parente que teve a vida abreviada pelo vírus, que aqueles cuidados básicos de saúde sejam redobrados. Vamos ser redundantes e vamos defender tudo o que for possível para nos preservarmos e preservarmos a vida alheia.

Que em primeiro lugar a vacina continue a chegar e nos blindar, e que quem tiver dúvidas, que busque fontes confiáveis no caso de optar pelo tratamento precoce, pelo diagnóstico precoce, por tomar limão com alho, por consumir propólis ou qualquer outro composto que signifique vida e esperança.

Mas, antes de tudo, sempre com o álcool em gel e a máscara em punho. Até porque ontem começou a valer a aplicação de multa para quem não usar máscara em espaços públicos fechados. Renove seu estoque e proteja-se!

+

Editoriais