Referência para o País

Santa Catarina é um Estado que aprendeu a ser eficiente e solidário com as diversas tra­gédias decorrentes de desastres naturais. Nos muitos casos de enchentes, temporais, fura­cão, tornados, acidentes aéreos e marítimos, des­lizamentos de terra e incêndios, o Corpo de Bom­beiros Militar de Santa Catarina e a Defesa Civil do Estado agiram sempre com muita competência e rapidez. As inúmeras tragédias foram determinantes para que a corpora­ção e o órgão se especializassem nestes tipos de atendimentos e virassem referências em buscas e salvamentos e na gestão de riscos e desastres.

A partir de 2011, o Corpo de Bombeiros estruturou as forças-tarefas, verdadeiros grupos de elite. Essa nova estrutura virou referência para salvamentos e buscas no Brasil. A corporação catarinense ultrapassou as divisas e hoje atua em todo o país. Na tragédia de Brumadinho, os ca­tarinenses estão trabalhando na busca por desaparecidos e corpos na lama da barragem que se rompeu no dia 25 de janeiro. O trabalho é exaustivo. Por isso, o coman­do do Corpo de Bombeiros preparou mais de uma força-tarefa, para que seja feito um revezamento dos militares nas buscas.

A Defesa Civil, criada em 1973, passou por re­formulações políticas e estruturais para chegar ao nível de excelência. O órgão teve que aprender com as próprias tragédias, como a chuva que atingiu o Vale do Itajaí, em 2008, afetando 1,5 milhão de pessoas em 60 cidades, no maior desastre na­tural da história de Santa Catarina.

Foram tragédias como essa que fizeram o Estado desenvolver estra­tégias de prevenção e uma estrutura capaz de oferecer respostas rápidas para a população. Hoje, Santa Catarina pode se orgulhar de ter duas estru­turas de primeiro mundo dentro de um país que ainda tem muitas dificul­dades para lidar com prevenção e tragédias.

Mais Opiniões Editoriais

Editorial

A pior notícia que moradores da Grande Florianópolis, cansados de esperar pela conclusão do Contorno Viário, gostariam de […]

Editorial

O aumento dos casos de feminicídio em Santa Catarina, que saltaram de 18 nos primeiros cinco meses de […]

Editorial

A greve geral convocada pelos movimentos sindicais e pelos partidos de esquerda, realizada na sexta-feira, não conseguiu parar […]

Editorial

Mais uma vez, a paralisação dos servidores municipais de Florianópolis atinge diretamente o lado mais fraco: a população. […]

Editorial

A mobilização de políticos, empresários, industriais e sociedade civil para a aprovação da reforma da Previdência cresce a […]

Editorial

Empresários, representantes de entidades do setor de comunicação e comunidade discutem nesta segunda-feira (10) a reforma da Previdência […]