Santa Catarina mais segura

O que faz de Santa Catarina um lugar seguro, com três cidades entre as menos violentas do País? Instituições fortes e bem avaliadas, como é o caso da Polícia Militar e da Polícia Civil e uma população responsável. A análise do comandante geral da PM, Araújo Gomes, é certeira por levar também em consideração o equilíbrio econômico, que em nosso estado é mais presente e em especial nas três cidades que estão entre as 20 mais bem avaliadas. É fato que há ainda, como bem disse o comandante, um envolvimento da comunidade com as questões de segurança, um cuidado mútuo, com a própria comunidade se preocupando em ajudar, a vigiar a vizinhança, denunciar a ação de marginais e formar novos cidadãos.

O resultado de programas como o Rede de Vizinhos e Proerd, se soma a ações como a presença em comunidades e o projeto Bem-te-vi, para criar a sensação de segurança com o qual o catarinense está acostumado. Mesmo em cidades não tão bem avaliadas na pesquisa, o catarinense ainda dorme de portas e janelas abertas e segue sua rotina às vezes a vida toda sem se deparar com violência que muitas vezes só vê por meio da televisão ou dos jornais.

Mesmo nas nossas maiores cidades e na Capital, onde rugem os mesmos problemas das maiores cidades do mundo, a postura do catarinense chama a atenção e o esforço das forças de segurança é visível. A equipe de segurança sabe o que falta e tem vencido diversas batalhas, com estratégias certeiras, que contam com o apoio de boa parte da opinião pública. É consciente ainda das questões de estrutura e pessoal e com estratégia e tecnologia tem também superado boa parte dessas questões. Mais seguros hoje, com certeza estaremos mais seguros também no futuro.

+

Editoriais

Editorial

O Brasil está virando um país de golpistas e fraudadores. Durante a pandemia, o número de golpes e f ...