Sinais da retomada

Os números ainda são negativos, afinal o país está praticamente parado há três meses, mas o desempenho da indústria foi menos negativo em maio do que em abril. Para a CNI (Confederação Nacional da Indústria), os índices que medem o desempenho da indústria começam a se distanciar dos piores momentos da crise provocada pelo novo coronavírus, embora a atividade industrial ainda continue em queda.

O índice de evolução da produção subiu de 26 pontos em abril para 43,1 pontos em maio. O fato de estar abaixo de 50 pontos indica queda, e quanto mais próximo de 50, menor e menos disseminada é a queda. Economistas da FGV (Fundação Getúlio Vargas) já identificaram sinais de uma ligeira retomada no país a partir dos números preliminares da economia de maio e junho.

Em Florianópolis, a volta do transporte coletivo deu um novo ânimo ao comércio. No primeiro dia de circulação dos ônibus, comerciantes registraram acréscimo de até 20% nas vendas. A situação pode melhorar mais ainda com a retomada do transporte intermunicipal, a partir de segunda-feira (22).

A CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) de Florianópolis, porém, incentiva e reforça que empresários possam continuar com a segurança e a higienização dos ambientes para que não ocorra um retrocesso nos esforços de combate ao novo coronavírus.

O Brasil vinha em recuperação fraca, mas positiva, antes de entrar no período de quarentena, o que interrompeu os avanços nas discussões sobre desburocratização, desestatização e simplificação do sistema tributário nacional. Agora, com o início da flexibilização do isolamento, com a reabertura de negócios parados há três meses, é preciso olhar para a frente com responsabilidade.

O sentimento de forte pessimismo, observado nos dois meses anteriores, diminuiu tanto em relação à sua disseminação quanto em intensidade. O momento agora é de olhar para a frente, com muita segurança, para que o país retome o caminho do crescimento. Com trabalho e condições certas, é possível mudar o rumo da história.

+

Editoriais

Editorial

O Grupo ND e a Fiesc (Federação das Indústrias de Santa Catarina) deram a largada na sexta-feira (23 ...

Editorial

O Brasil está virando um país de golpistas e fraudadores. Durante a pandemia, o número de golpes e f ...