Tecnologia e negócios

Com 2,4 mil empresas de base tecnológica, as startups, Florianópolis vem deixando de ser sinônimo de praia e férias e já é reconhecida mundialmente como “Ilha do Silício”, referência ao Vale do Silício, no Norte da Califórnia (EUA) e maior polo global de TI (Tecnologia da Informação). A expansão de jovens empresas deste setor, que empregam milhares de colaboradores e movimentam milhões de reais e dólares, envolve universidades, parques tecnológicos, fundos de investimentos e eventos que dão suporte a novos empreendedores. Mesmo com pouco tempo de mercado, estas jovens empresas crescem de maneira acelerada. Algumas chegam a dobrar o faturamento de um ano para o outro. Por essa movimentação e o crescimento dos negócios, o Poder Público deve ficar atento para a nova realidade das startups. Por um custo baixo, esses empreendedores são capazes de embutir a inovação em uma empresa envelhecida. O resultado pode ser corte de custo devido à modernização ou uma ideia que será transformada em faturamento. E por que os governos precisam se voltar a esses fenômenos? Porque as cidades podem atrair as chamadas aceleradoras de startups, centros de interação criados por grandes empresas que buscam municípios que já despontam talento para esses negócios. Mas no Brasil ainda há entraves, como falta de capital e crédito caro que dificultam crescimento mais rápido, além do ensino de má qualidade. Infelizmente, não se vê muitos políticos interessados nesse fenômeno. Ainda pensam apenas em atrair indústrias, que não empregam tanto quanto antes, e grandes supermercados, pois geram vagas de baixa capacitação. É preciso estar atentos à essa nem tão nova tendência.

Mais Opiniões Editoriais

Editorial

A crise provocada pela Covid-19 trouxe muitas dúvidas, mas algumas certezas. Ao contrário de muitos países do Hemisfério […]

Editorial

O cenário caótico de dúvidas e incertezas e de mudança abrupta de rotina provocado pela calamidade imposta pelo […]

Editorial

O período de isolamento social tem exigido muita criatividade e solidariedade da população para que as tensões provocadas […]

Editorial

A retomada gradual das atividades econômicas é importante para a sobrevivência de muitas empresas e comércios, mas não […]

Editorial

Ávidos por lucro a qualquer custo, muitos empresários e comerciantes estão praticando crime quando elevam abusivamente os preços […]

Editorial

Em meio à crise do novo coronavírus, surgiu uma proposta encampada por empresários para a redução dos supersalários […]

Editorial

Numa iniciativa inédita, todos os jornais impressos que circulam hoje em Santa Catarina trazem uma capa unificada para […]

Editorial

As relações entre o Brasil e a China estiveram abaladas por um comentário feito pelo deputado federal Eduardo […]

Editorial

Quarentena não é férias. O fato de estar quase tudo fechado, de quase ninguém estar indo trabalhar, não […]

Editorial

Passo importante para o equilíbrio das contas públicas, a reforma da Previdência dos servidores estaduais de Santa Catarina […]