Um novo tempo

As primeiras palavras da governadora Daniela Reinehr à imprensa, após ser empossada, são de otimismo em relação ao futuro de Santa Catarina. A nova ocupante da cadeira número 1 do Estado repetiu na entrevista, por várias vezes, as palavras diálogo e harmonia.

Mostra que no seu governo vai tentar corrigir erros, porém, não quer olhar para o passado, tampouco fazer julgamentos. Quer olhar para frente, porque Santa Catarina não pode parar.

É uma nova postura, um novo momento que deve ser reconhecido por todos. A crise política decorrente do processo de impeachment de Carlos Moises e Daniela trouxe um duro aprendizado.

Agora é hora de corrigir a rota e alinhar o governo. Havia, no passado recente, um desalinhamento em relação à sociedade, com a falta de diálogo com o parlamento, entidades de classe, prefeitos, imprensa e com a própria vice-governadora.

O impeachment mostrou também o alto grau de maturidade da Assembleia Legislativa e do Tribunal de Justiça que conduziram o processo dentro da lei, de forma transparente e democrática, compondo o Tribunal Misto que teve desempenho elogiável honrando o parlamento e o judiciário catarinense.

Merece registro o trabalho feito pelo Ministério Público, Polícia Federal, Tribunal de Contas e da imprensa, todos empenhados na apuração dos fatos e na busca da verdade.

Se antes havia um isolamento, Moisés e Daniela estão juntos, fazendo uma transição sem percalços, de forma republicana numa demonstração de maturidade.

Carlos Moisés está de parabéns pelo respeito às instituições que o afastaram do poder temporariamente, subordinação às leis e aos poderes.

O mesmo comportamento altivo teve em relação à passagem de bastão a Daniela ao colocar seu governo e seus secretários à disposição da nova ocupante do Centro Administrativo.

Hoje a governadora Daniela sai na frente, ajustando equívocos do passado, virando a página e anunciando mudanças, mas aproveitando grande parte do colegiado de Moisés, evitando uma descontinuidade que poderia prejudicar o desempenho social e econômico do Estado, que vai muito bem obrigado.

Nosso Estado é muito organizado, graças à competência dos seus empreendedores. Apesar da crise política, a economia continua sólida, com indicadores que transformaram Santa Catarina em estado de excelência.

É um momento de grande maturidade, de espírito público, que demonstra que tanto Moisés como a governadora interina Daniela formam um único corpo.

Agora, juntos, estão construindo uma unidade de governo, um modelo diferente que representa um avanço em relação à gestão que vinha sendo feita até então, agora mais sintonizado com os anseios dos catarinenses, acostumados com governantes dispostos ao diálogo com as lideranças representativas do Estado de todos os segmentos.

+

Editoriais

Editorial

De acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgados na última ...

Editorial

FRASE: E a solução para reduzir esta conta, ao contrário do que se pensa, não está nos gabinetes, ma ...