Um reforço para o turismo

A nova ponte Hercílio Luz é uma realidade. Depois de 28 anos fechada, a reabertura da estrutura de ferro, totalmente restaurada, emocionou quem voltou a andar sobre a ponte ou quem passou por ela pela primeira vez. Com a
recuperação do cartão-postal de Florianópolis e de Santa Catarina, a Capital ganha um reforço importante para o turismo. Se já tínhamos atrativos mais do que suficientes, com praias, dunas, lagoas, cachoeiras e trilhas, agora, com a ponte, a cidade tem um novo ponto turístico. E precisa saber rentabilizar isso.

Em recente entrevista ao Grupo ND, o ex-ministro do Turismo, Vinícius Lummertz, falava do grande potencial para atrair novos turistas, mas que é necessário investir na divulgação: “A ponte precisa ser divulgada e virar um atrativo. No ponto logístico, ela serve para o transporte de pessoas e ajudar no fluxo. Mas no marketing e como produto, precisa trazer pessoas para conhecê-la, como é feito na Golden Gate, nos Estados Unidos”.

Questões políticas têm que ser deixadas de lado neste momento. Entre erros e muitos acertos, o importante é que temos um novo equipamento histórico e turístico. Governo do Estado e prefeitura ainda não definiram como será a utilização da ponte para o turismo.

O certo é que moradores e visitantes podem se orgulhar de a ponte Hercílio Luz voltar a fazer parte do nosso dia a dia. As grandes cidades brasileiras, como é o caso de Florianópolis, um dos principais destinos turísticos do país, precisam de novos equipamentos, como marinas, hotéis diferenciados, melhorias de infraestrutura viária e de transporte público. Com inteligência, bom senso, força de vontade e uma velha/nova ponte, temos plenas condições de fazer essa atividade crescer ainda mais.

+

Editoriais

Editorial

O Grupo ND e a Fiesc (Federação das Indústrias de Santa Catarina) deram a largada na sexta-feira (23 ...

Editorial

O Brasil está virando um país de golpistas e fraudadores. Durante a pandemia, o número de golpes e f ...