Uma voz para todas as vítimas

O desabafo e a divulgação da blogueira de moda Mariana Ferrer, de que foi dopada e estuprada no mês de dezembro em um beach club no Norte da Ilha, em Florianópolis, é uma voz de socorro e alento para milhares de mulheres vítimas de violência sexual que não conseguem dar visibilidade para seus casos e, na maioria das vezes, acabam “esquecidos” em alguma gaveta de delegacias de polícia. E pior, a maioria nem denuncia o fato. Como influenciadora digital, Mariana tem 180 mil seguidores. Por isso a denúncia ganhou força e coloca luz no caso que, cinco meses depois, não apresentou nenhum resultado referente à investigação policial.

A vítima denuncia ainda que a Polícia Civil está protegendo o criminoso e o local do crime. Por sua vez, a polícia informou que está acompanhando o caso e não tem nada para divulgar neste momento. Representantes do beach club comunicaram que estão contribuindo com as investigações e entregaram à polícia vídeos, fotos e cartão de consumo do “suposto fato”.

Não bastassem os danos psicológicos, Mariana tem que enfrentar a desconfiança de pessoas que não acreditam neste tipo de denúncia e a falta de apoio das autoridades policiais. “Não é nada fácil ter que vir aqui relatar isso. Minha virgindade foi roubada de mim junto com meus sonhos. Fui dopada e estuprada por um estranho”, escreveu a vítima.

Não podemos deixar que este tipo de crime seja banalizado. É preciso dar apoio de todo tipo às vítimas. Se não for assim, torna-se a desculpa perfeita para a postura de quase inércia do poder público diante da barbárie que a cada dia ganha um pouco mais de robustez.

Mais Opiniões Editoriais

Editorial

Reconhecido frequentemente em diversos prêmios ligados ao turismo, o Estado de Santa Catarina colhe os frutos de ser […]

Editorial

O incêndio no Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, controlado pelos bombeiros depois de quase dois dias de […]

Editorial

O primeiro passo para a balneabilidade da baía Norte, no trecho de 3,5 quilômetros de extensão da avenida […]

Editorial

A população de Florianópolis convive mais uma vez com a ameaça de não poder contar com um serviço […]