Doente terminal que mostrou nádegas para radar vira obra de arte; entenda

Obra foi feita pelo misterioso Banksy, em Worcestershire, na Inglaterra; analogia a Bart Simpson com crítica direcionada aos policiais faz da arte mais uma das sátiras do artista

Um doente terminal preso por mostrar suas nádegas às câmeras de segurança de um radar que mapeia a velocidade dos carros ganhou uma obra em sua homenagem. O caso ocorreu na cidade de Worcestershire, na Inglaterra, e a arte é de autoria do artista Banksy.

Doente terminal foi homenageado por Banksy – Foto: Internet/Divulgação/NDDoente terminal foi homenageado por Banksy – Foto: Internet/Divulgação/ND

O mural foi feito embaixo de uma via pública. No desenho, Bart Simpson mostra suas nádegas, como uma analogia à ação de Darrell Meekcom. O personagem também é famoso por fazer exatamente essa mesma posição no desenho “Os Simpsons”.

Ao lado dele, dois policiais truculentos e com armas a postos estão prestes a “atacar” Bart pelo feitio. A cena relembra o momento vivido por Darrell.

Aposentado foi preso após mostrar o bumbum para a câmera de um radar de velocidade – Foto: Internet/Divulgação/NDAposentado foi preso após mostrar o bumbum para a câmera de um radar de velocidade – Foto: Internet/Divulgação/ND

“O Bart Simpson sou eu. Isso é incrível. É uma história divertida. Muitas pessoas serão capazes de ver isso agora. É realmente muito inteligente”, disse o inglês em entrevista ao portal Daily Mail.

Homenageado posou para foto ao lado da arte – Foto: Internet/Divulgação/NDHomenageado posou para foto ao lado da arte – Foto: Internet/Divulgação/ND

Conheça a história do doente terminal

Darrell Meekcom, um aposentado da Inglaterra de 55 anos, foi preso no dia 5 de novembro por realizar um de seus últimos desejos antes de morrer: mostrar as nádegas para uma câmera de radar de velocidade.

A lista de últimos desejos de Darell foi criada após ele receber a trágica notícia de que sofre de uma doença degenerativa. Ele já lida com o Parkinson, além de ter problemas renais e cardíacos.

Então, na última sexta-feira (12), ele parou o carro, desceu, baixou a calça jeans e expôs o bumbum para o radar. “É algo que sempre quis fazer porque fui pego por eles algumas vezes em velocidades absurdas como 35 km/h em uma zona de 30 km/h e isso sempre me incomodou”, afirmou o homem.

Vinte minutos depois da ‘brincadeira’, três carros da polícia pararam em frente à casa de Darrell, invadiram a residência e o levaram à força para o jardim, onde ele foi derrubado e dominado. “Eu estava com muito medo de sair. Foi realmente assustador”, conta Meekcom.

Sobre Banksy

Banksy ainda é um mistério para o mundo da arte. Sem saber o nome real por trás do artista, seu pseudônimo passa pelas ruas da Inglaterra grafitando cenas satíricas por meio de estêncis.

Seu trabalho foca em comentários e críticas políticas sociais, que são encontradas em ruas, muros, pontes e cidades espalhadas por todo o mundo.

+

Pintura

Loading...