“Foi um desastre meu avô não ter vindo ao Brasil”, afirma o neto de Joan Miró

O neto de Miró, Joan Punyet Miró, está em Florianópolis para a abertura da exposição que começa neste sábado

Jornalistas e convidados puderam conferir, em primeira mão, nesta quinta-feira, a exposição “Joan Miró: A Força da Matéria”, que abre oficialmente para o público neste fim de semana. A mostra internacional, que aconteceu em São Paulo, traz para Florianópolis 41 pinturas, 22 esculturas, 20 desenhos, 26 gravuras, além de fotografias do pintor, assim como vídeos do artista catalão em ação.

O neto de Miró, Joan Punyet Miró, fez a mediação especial para os convidados, apresentando as explicações técnicas de como Neto de Miró faz mediação especial dando explicações técnicas de como as obras foram produzidas. “Meu avô tinha relação com Brasil porque era amigo de João Cabral de Melo. Foi um desastre ele não ter vindo ao país e conhecido tantas mulheres bonitas”, brinca.

Quer saber porque é importante visitar a exposição? Assista ao vídeo

Com informações de Marciano Diogo

Stefani Ceolla/ND

Joan Punyet Miró faz a apresentação das obras do avô

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...