Moacir Pereira

moacir.pereira@ndmais.com.br Notícias, comentários e análises sobre política, economia, arte e cultura de Santa Catarina com o melhor comentarista politico de Santa Catarina. Fundador do Curso de Jornalismo da UFSC. Integrante da Academia Catarinense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, é autor de 53 livros publicados.


Antídio Lunelli: “Fui vítima de tentativa de extorsão”

Ex-prefeito de Jaraguá do Sul reitera disposição de pleitear candidatura ao governo na Convenção do MDB

O ex-prefeito Antidio Lunelli reiterou sua disposição de disputar a candidatura ao governo na Convenção Estadual do MDB.  Foi vitorioso nas prévias, não teve homologação e agora pedirá o apoio dos convencionais.

Lunelli critica os que não querem mudanças – Foto: NDMaisLunelli critica os que não querem mudanças – Foto: NDMais

Foi vetado pelo governador Carlos Moisés, sob alegação de problemas políticos.  Eduardo Pinho Moreira, que se posicionou contra a indicação de Antídio Lunelli, contestou as versões de que teria citado questões pessoais do ex-prefeito, informando que há muito não fala com o governador.

Antídio Lunelli enviou e-mail sobre as citadas retrições, com um relato detalhado sobre o corrido.  Diz:  No ano de 2009 fui vítima de uma tentativa de extorsão e agora sou alvo de ameaças políticas. Há 13 anos, uma quadrilha que atuava no litoral catarinense armou um falso flagrante contra mim, com objetivo de conseguir dinheiro em troca. Alguns meses depois, entretanto, a acusação foi arquivada e extinta sem nenhuma condenação.

O que me espanta é a insistência, sempre nas sombras, de certas figuras políticas em tentarem vincular esse triste acontecimento a um possível impedimento da minha candidatura. Me espanta ainda mais que algumas dessas figuras defendam o nome de pessoas sabidamente acusadas de desvio público, de corrupção. Na verdade, o esforço delas é para tentar impedir a candidatura de alguém que está verdadeiramente imbuído em mudar o sistema. Para isso, transformaram um processo arquivado, há 13 anos, sem condenação, em um escândalo. É o que o jornalismo costuma chamar de manipulação dos fatos, ou melhor, fakenews.Essas pessoas não se preocupam com a verdade, apenas utilizaram a informação que na visão delas poderia me fazer desistir. Ignoraram o processo na íntegra, que está sob segredo de justiça, e seu desfecho.Lamento o uso político “e mentiroso” desse episódio. Entrei na política com o sonho de tentar ajudar a construir um futuro melhor, uma gestão pública mais eficiente e menos burocrática. Sei que meu estilo incomoda algumas pessoas, mas jamais imaginei tamanho desespero e baixaria visando impedir a minha participação nas eleições.Mas não devo nada a ninguém, tenho uma vida de trabalho, que muito me orgulha. Sou ficha limpa e seguirei em frente!”*

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...