Bolsonaro em Joinville: detalhes da segurança, almoço e pernoite

Cerca de 200 pessoas estão envolvidas na segurança e organização para vinda do presidente a Joinville nesta sexta-feira, dia 6

Cerca de 200 pessoas estão envolvidas diretamente, entre segurança e organização, na visita oficial do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a Joinville, Norte do Estado, nesta sexta-feira (6).

presidente bolsonaroPresidente Jair Bolsonaro tem duas agendas confirmadas em Joinville. – Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil/ND

Bolsonaro deve chegar ao Aeroporto Lauro Carneiro de Loyola por volta das 10h30, de onde parte para um almoço no Perini Business Park. Devem participar deste almoço 350 pessoas entre empresários e políticos do Estado de Santa Catarina.

O almoço é oferecido pela Prefeitura; ACIJ (Associação Empresarial de Joinville); Fiesc (Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina e o próprio Perini.

A ACIJ já adiantou que serão abordadas algumas bandeiras históricas da entidade, como as reformas administrativa e tributária, além de investimentos federais em infraestrutura, com foco na BR-280, rodovia que começa no Norte catarinense.

Após o almoço, o presidente segue para o Corpo de Bombeiros Voluntários, onde será recebido pela diretoria, comando e grupo da Banda dos Bombeiros.

Bolsonaro fará a entrega simbólica das chaves de dois caminhões que já estão em operação e foram doados pelo 62º Batalhão de Infantaria à corporação em fevereiro do ano passado.

A Associação Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville entregará ao presidente a Ordem da Machadinha, comenda máxima da corporação, além de um diploma e uma medalha.

Ainda  no período da tarde, o presidente deve visitar o 8º Batalhão de Polícia Militar, em horário não especificado. Este compromisso, no entanto, ainda não está confirmado. Já o almoço e a cerimônia nos bombeiros estão no roteiro.

Bolsonaro deve jantar e pernoitar na cidade, a princípio no Hotel de trânsito do 62º Batalhão, e na manhã de sábado (7) segue de helicóptero para Florianópolis onde participa de uma motociata que deve reunir 25 mil pessoas, conforme estimativa da PMRv (Polícia Militar Rodoviária).

Segurança e roteiro avaliados

Todo o esquema de segurança para chegada do presidente à maior cidade do Estado já foi montado. Na tarde desta terça-feira (3), integrantes do GSI (Gabinete de Segurança Institucional) estiveram no Corpo de Bombeiros reconhecendo o local e definindo estrutura, local do cerimonial e número de presentes. A princípio, a cerimônia deve durar 45 minutos e o número de presentes está limitado a 120 pessoas.

GSI também esteve na Prefeitura e no Perini e avaliou todo o roteiro por onde o presidente da República irá passar em Joinville. A intenção é garantir viabilidade e segurança por onde a comitiva presidencial irá passar.

Das 200 pessoas envolvidas na vida do presidente, 40 já estão em Joinville para deixar tudo pronto e seguro para a chegada. Os hospitais da cidade, inclusive, já reservaram um leito para eventual necessidade de atendimento a Bolsonaro, conforme determina o protocolo de segurança presidencial.

Treinamento

Nesta quarta-feira (4) e quinta-feira (5), haverá um treinamento terrestre em Joinville para chegada do presidente. Será durante o dia e contemplará o trajeto de todo o roteiro. Rotas serão percorridas e avaliadas pela segurança.

Além do Gabinete de Segurança Institucional, participarão deste treinamento o Exército, a Polícia Militar, a Polícia Civil, a Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Federal. A Secretaria Municipal de Saúde também estará presente dando o suporte em ambulâncias.

Bolsonaro já esteve em Joinville

Esta não é a primeira vez que Jair Bolsonaro visita Joinville como presidente. Em dezembro de 2020, ele passou pela cidade antes de ir para São Francisco do Sul, onde ficou hospedado no Forte Marechal Luz.

Bolsonaro foi ovacionado em passagem por Joinville no ano passado – Foto: Alphonsus Stofelli/NDTVBolsonaro foi ovacionado em passagem por Joinville no ano passado – Foto: Alphonsus Stofelli/NDTV

Na ocasião, ele pousou de helicóptero no 62º Batalhão de Infantaria e partiu para um almoço com o deputado federal Coronel Armando (PSL) e outros apoiadores no bairro Anita Garibaldi.

Durante a passagem por Joinville, o presidente foi ovacionado e parou para cumprimentar apoiadores.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Política Brasileira

Loading...