Bolsonaro exonera Onyx Lorenzoni para votar emendas do Orçamento na Câmara

Ele foi afastado temporariamente da Secretaria-Geral da Presidência para participar de votação. Medida foi publicada no DOU

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), decidiu exonerar, nesta sexta-feira (26), Onyx Lorenzoni (DEM-RS) do cargo de ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência.

Ele foi temporariamente afastado para votar emendas do Orçamento na Câmara dos Deputados. A exoneração foi publicada em edição extra do DOU (Diário Oficial da União).

Bolsonaro e o Ministro Onyx Lorenzoni – Foto: Rafaela Felicciano/ MetrópolesBolsonaro e o Ministro Onyx Lorenzoni – Foto: Rafaela Felicciano/ Metrópoles

Em nota, Onyx afirmou que pediu exoneração do cargo, conforme publicação na edição extra do Diário Oficial, “para tratar de emendas do orçamento no Congresso Nacional”.

Bolsonaro exonera Onyx para votar emendas do Orçamento na Câmara – Foto: Divulgação/NDBolsonaro exonera Onyx para votar emendas do Orçamento na Câmara – Foto: Divulgação/ND
+

Política Brasileira