Deputado de SC pode ser relator no processo da Flordelis

Dois catarinenses estão entre os nomes sorteados e concorrem com parlamentar de SP. Decisão sai na quarta-feira

Um deputado por Santa Catarina pode se tornar relator do processo contra a parlamentar carioca Flordelis (PSD) que tramita na Comissão de Ética da Câmara dos Deputados. Fabio Schichet (PSL) e Gilson Marques (Novo) foram dois dos três sorteados entre os 29 possíveis para ocuparem a função.

Conselho de Ética da Câmara dos DeputadosConselho de Ética fez sua primeira reunião desde março de 2020 – Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados/Divulgação/ND

Segundo o presidente da Comissão de Ética, Juscelino Filho (DEM – MA), o nome deve ser definido já nesta quarta-feira (24). Eles concorrem com Alexandre Leite (DEM-SP).

O processo contra Flordelis (PSD-RJ) foi instaurado na Comissão de Ética da Câmara dos deputados nesta terça. Ela é acusada de planejar o homicídio do marido, Anderson do Carmo, em junho de 2020. O processo foi instaurado para avaliar se houve quebra de decoro da parlamentar.

Quase todos os deputados que compõem o Conselho de Ética podem se candidatar à função, com três exceções: não pode pertencer ao mesmo Estado da representada — no caso, o Rio de Janeiro —; não pode pertencer ao mesmo partido ou bloco parlamentar da representada — no caso, o PSD —; e não pode pertencer à mesma agremiação da autora da representação — neste caso, o autor é a Mesa Diretora.

A reunião desta terça-feira (23) foi a primeira do colegiado desde 10 de março de 2020. Além das duas representações e sorteio dos possíveis relatores, o colegiado voltará a se reunir nesta quarta (24), para discutir as representações contra Eduardo Bolsonaro.

+

Política Brasileira