Esplanada

Leandro Mazzini é jornalista, escritor e pós-graduado em Ciência Política pela UnB. Iniciou carreira em 1994 e passou pelo Jornal do Brasil, Gazeta Mercantil, Correio do Brasil, Agência Rio, entre outros. O blog é editado por Mazzini com colaboração de Walmor Parente e equipe de Brasília, Recife e São Paulo.


Desfiliação de nomes importantes do PCdoB e PSOL enfraquecem “esquerda raiz”

Marcelo Freixo filiou-se ao PSB semana passada, e o próximo a chegar ao partido é Flávio Dino

A desfiliação de nomes importantes do PCdoB e PSOL nos últimos dois anos rumo a partidos de centro evidenciam o enfraquecimento da ‘esquerda raiz’ na qual forjaram seus mandatos.

Fazem por sobrevivência política em tempos nos quais a ideologia é tão criticada na sociedade, que inviabiliza projetos eleitorais majoritários desses expoentes.

Eles almejam palácios estaduais, e os partidos anteriores não lhes garantiriam chances na disputa com discurso aguerrido de estatização e resistência contra o sistema.

É o caso da saída, do PCdoB, de Aldo Rebelo (hoje no PSB) – depois de 40 anos no partido – e do governador do Maranhão, Flávio Dino, rumo ao PSB este ano. O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), também deixou os colegas comunistas ano passado.

A filiação do deputado federal Marcelo Freixo (RJ) ao PSB deixou o PSOL carioca sem expoente nacional. Ele segue a estratégia do senador Randolfe Rodrigues (AP), co-fundador do PSOL, hoje no Rede Sustentabilidade.

Embora o PSB ainda avalie cenários, a chegada de Dino ao PSB reforça o projeto de um grupo que quer vê-lo vice na chapa presidencial de Lula da Silva. Falta o Barba aceitar.

TRF-5 online

O Tribunal Regional Federal da 5ª Região (AL, CE, PB, PE, RN e SE) firmou parceria com plataforma de mediação e conciliação online (MOL).

É o primeiro dos TRF’s a cumprir resolução do Conselho Nacional de Justiça que, no ano passado, deu prazo de 18 meses para que as Cortes possuíssem o sistema.

O Tribunal espera economizar até 90% nos custos de audiências e o sistema vai permitir que partes e advogados consigam acesso à Justiça sem sair de casa ou de seus escritórios.

Maciel, a biografia

Amigos do saudoso ex-vice-presidente Marco Maciel – um que passou incólume por escândalos em oito anos da Era Fernando Henrique – buscam um escritor para fazer sua biografia. Aliás, Maciel era membro da Academia Brasileira de Letras e abriu vaga.

Maciel foi tão discreto naqueles oito anos que, certo dia, aceitou a ordem de um policial e retirou os sapatos para passar no detector de metais do aeroporto de Congonhas, rumo a Brasília, em voo de carreira. Era o então vice-presidente do Brasil.

 Desonestidade em alta

Líderes na Câmara dos Deputados fizeram acordo para tirar da Lei de Improbidade (10.887/18) a obrigação de agir com moralidade, legalidade, publicidade, imparcialidade e lealdade às instituições públicas. O projeto deve ser votado nesta semana e foi apelidado de “Lei da Desonestidade”.

Segue a novela

Os políticos – em muitos casos por ego ou projetos de Poder – têm sina para resolver um problema seu arrumando outro. Aécio Neves e seu grupo brigam dentro do PSDB para viabilizar a candidatura do neófito governador gaúcho Eduardo Leite. Só para barrar o projeto eleitoral do governador paulista João Doria Jr.

MP Obras

Afetada pela instalação de siderúrgicas no fim da década de 70, a comunidade do Piquiá de Baixo, em Açailândia (MA), conseguiu uma creche, uma unidade de saúde, uma quadra poliesportiva e um mercado popular. Mas na pressão. As obras devem ser entregues até 2022 pelo Governo do Estado, que se comprometeu com o MP, por meio de um Termo de Ajustamento de Conduta, a investir R$ 4 milhões.

Dormindo em campo

Deu no Boletim de Notícias Lotéricas: O segmento das apostas esportivas movimentou US$ 203 bilhões (mais de R$ 1 trilhão) no mundo em 2020. No Brasil, o governo dorme em campo sem regulamentar a Lei 13.756 de 2018. Aqui já operam casas e sites de apostas com alto faturamento – a grande parte das apostas online, porém, sob controle de investidores estrangeiros, com lucros remetidos a outros países.

Vacina na ilha

O governador Paulo Câmara, de Pernambuco, determinou que a população do arquipélago de Fernando de Noronha seja vacinada contra o Covid-19 imediatamente. Já nas demais regiões do Estado haverá flexibilizações com as atividades liberadas para funcionar a partir de hoje todos os dias da semana até às 18h do dia 20 de junho.

Loading...