Ana Amélia Lemos vice de Geraldo Alckmin favorece aliança PSDB-PP-PSD em Santa Catarina

Apoio do centrão à candidatura tucana pode reabrir a porta para uma tríplice aliança no Estado

A decisão da senadora gaúcha Ana Amélia Lemos (PP), de aceitar ser candidata a vice na chapa do presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB), é mais um fator para a aproximação dos dois partidos em Santa Catarina. Também há tratativas dos tucanos com o PSD, além das conversas daqueles que buscam a construção de uma nova/velha tríplice aliança. 

Formação de três chapões para eleição em SC estaria em andamento nos bastidores políticos

Ana Amélia Lemos - Jefferson Rudy/Agência Senado/ND
Ana Amélia Lemos – Jefferson Rudy/Agência Senado/ND

Time junto. Há muitas conversas, mas poucas definições, tudo é possível. “Se todos vão votar em Alckmin, vamos disputar em chapas diferentes”, questionou o ex-deputado federal Leodegar Tiscoski (PP), um dos representantes do partido em reunião no comando nacional, ontem, em Brasília. “A ideia é tentar juntar esse time que pensa de maneira uniforme. O ideal seria os três partidos retomarem a conversa e encontrarem uma saída única”, afirmou o progressista.

Leodegar Tiscoski é cotado para concorrer à Câmara após Jorge Boeira sinalizar Senado