Guilherme Boulos: Estado brasileiro é Robin Hood às avessas, tira dos pobres dá aos ricos

Presidenciável pelo PSOL cumpre agenda em Florianópolis, onde visitou ocupação

O presidenciável Guilherme Boulos (PSOL) está em Florianópolis nesta terça-feira (17). Além de conversar com jornalistas, Boulos visitou uma ocupação no Continente e tem agendada uma reunião com jovens. Em conversa com a coluna, Boulos comentou temas que pretende discutir na campanha.

Boulos em ocupação - Divulgação/ND
Boulos em ocupação – Divulgação/ND

Sobre ocupações, o ex-coordenador do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) afirmou que “ninguém vai para uma ocupação porque quer”. Segundo ele, faltam políticas públicas com efetivo investimento em habitação.

Na contramão disso, o Estado arca com privilégios, que pretende combater, como o auxílio-moradia pago à cúpula dos poderes. “É a esculhambação completa”, classificou.

Entre os caminhos para solucionar problemas nacionais está a rediscussão tributária. “O Estado brasileiro é um Robin Hood às avessas. Tira dos pobres para dar aos super-ricos. Quem paga impostos no Brasil são os pobres e a classe média”, lamentou.