Esplanada

Leandro Mazzini é jornalista, escritor e pós-graduado em Ciência Política pela UnB. Iniciou carreira em 1994 e passou pelo Jornal do Brasil, Gazeta Mercantil, Correio do Brasil, Agência Rio, entre outros. O blog é editado por Mazzini com colaboração de Walmor Parente e equipe de Brasília, Recife e São Paulo.


Fux cita “laços familiares” para evitar guerra com Marco Aurélio

Presidente do STF passou pela primeira prova de fogo no ninho de egos da Corte

Os ministros Luiz Fux, presidente da Corte, e Marco Aurélio Mello, relator da liminar de habeas corpus de soltura do traficante André do Rap, conversaram por telefone há dias, segundo fontes da Coluna. São amigos.

Por isso as trocas de farpas, com transmissão ao vivo pela TV, passaram longe do teor das brigas notórias como as de Gilmar Mendes e Joaquim Barbosa, de anos atrás. Os afagos verbais à linha foram importantes para acalmar ambos no julgamento de ontem da revogação da liminar.

Quando Fux percebeu que a fala do ministro indicava reaquecer críticas mútuas, lançou mão das expressões “amizade antiga” e “em nome das nossas ligações familiares”. Foi recado para lembrar a fraternidade que os une através das filhas desembargadoras.

Letícia Mello, filha de Marco Aurélio, foi nomeada pela então presidente Dilma Rousseff em março de 2014 para o TRF da 2ª Região (RJ e ES).

Já Marianna Fux foi nomeada pelo então governador do Rio de Janeiro, Luiz Pezão, em março de 2016, para o Tribunal de Justiça. Ambas muito jovens e bem apadrinhadas.

Oi, sumida

Outra sumida na campanha. A ex-presidente Dilma, que mora no bairro Tristeza – pertinente ao seu momento – não foi convidada para fotos em ‘santinhos’ e outdoors.

Quem é..

O deputado Helder Salomão (PT-ES), revoltado com a homenagem, protocolou requerimento de informações no Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos perguntando por que Borba Gato – famoso bandeirante assassino e escravocrata – é nome de programa federal de inclusão de Tecnologia da Informação para mulheres.

Ontem, a assessoria técnica do Ministério, educadamente, respondeu ao deputado que Borba Gato é uma região administrativa do município de Sabará, em Minas Gerais.

 

Tamanho Extra G

Os advogados do DEM correram na Justiça para ter acesso ao inquérito da PF em que o senador Chico Rodrigues (RR), filiado ao partido, foi flagrado em casa com dinheiro na cueca. Aliás, eram quase R$ 30 mil de volume nas nádegas. Houve busca filmada.

Aliás..

Com o afastamento do mandato decidido pelo ministro Luís Roberto Barroso, do STF, o senador Chico Rodrigues terá tempo de sobra para lavar a cueca.

B.O. eleitoral

O candidato tucano à Prefeitura de João Pessoa, Ruy Carneiro, encaminhou representação criminal contra Ricardo Coutinho (PSB) à Justiça e ao Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado do MP. Ele diz que foi ameaçado pessoalmente por Coutinho com as frases “Eu vou lhe f**, vou lhe ferrar, lhe prejudicar”.

Money, money

Pesquisa da PrevTech Onze ouviu 5.058 pessoas para saber qual é a principal fonte de preocupação dos brasileiros. O Dinheiro venceu disparado: resposta de 4.307. Quatro em cada 10 pessoas perdem o foco no trabalho pensando em como melhorar o saldo.

Hein?!

Sobre a fuga de 17 detentos no complexo da Papuda, no DF: as câmeras flagraram, mas 7 agentes penais de plantão não viram. Não havia 1 agente sequer nas 6 guaritas do muro. Autoridades dizem que 11 recapturados serão processados. Nada sobre os agentes.

Zé Esplanador

O leitor Zé Esplanador (seu lema é ‘Perguntar não ofende, Cobrar é de direito’) segue intrigado: O HC de André do Rap era da competência da ministra Rosa Weber, que cuida das ações da operação que o prendeu. O ministro Marco Aurélio avocou para si. Num plantão. Ex-assessor do ministro é sócio da advogada que pediu o HC. Mas ministro não vê suspeição. Também não vê capa de processo.. e segue o circo.