Esplanada

Leandro Mazzini é jornalista, escritor e pós-graduado em Ciência Política pela UnB. Iniciou carreira em 1994 e passou pelo Jornal do Brasil, Gazeta Mercantil, Correio do Brasil, Agência Rio, entre outros. O blog é editado por Mazzini com colaboração de Walmor Parente e equipe de Brasília, Recife e São Paulo.


Governo espera punição a Martins pelo MP

Assessor da Presidência fez gestos considerados ofensivos no Senado

Os ministros palacianos torcem para que o Ministério Público Federal puna o assessor internacional Filipe Martins, com a perda da função pública. Desta forma, evitaria o desgaste de o presidente Jair Bolsonaro ter de demitir o ‘olavista’ favorito do herdeiro e deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

Enquanto a decisão não é tomada, o parlamentar leva o assessor palaciano a tiracolo pelas embaixadas em Brasília tentando cavar vaga para o aliado. Desde o episódio no Senado, quando Martins foi flagrado em vídeo e presencialmente fazendo gestos considerados ofensivos, ele aparece pouco no Palácio.

Pedala, Jair!

Depois da ‘motociata’, Brasília vai ter, amanhã, a pedalada de ciclistas pró-Bolsonaro. A turma se concentra na Catedral. Não há confirmação de que o presidente vá.

Vem pra rua

Um brutamonte chamado Lutador Brigadeiro desafia há dias, nas redes sociais, os deputados federais bolsonaristas Luís Miranda e Carlos Jordy para a porrada na rua.

Temos pólvora 2.0

No melhor estilo Bolsonaro de “temos pólvora” – naquele episódio hilário de recado aos Estados Unidos sobre a força militar do Brasil – o deputado federal Aécio Neves entrou na onda para uma indireta à Argentina, provocando o presidente hermano Alberto Fernandéz sobre a citação de que os brasileiros vieram da selva.

Na reunião de ontem na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, ao elogiar a entrega de veículos blindados Guarani da IVECO para testes na Argentina, Aécio ironizou que o país vizinho talvez precise mesmo do reforço militar. O Guanari é fabricado em Minas Gerais, na planta inaugurada por ele quando governador.

Cadê a pastora?

Causou estranheza a ausência da Ministra da Família, Damares Regina Alves, na Convenção Evangélica em Anápolis (GO), com a presença de presidente Bolsonaro.

Lua de fel

 

Lembra do casório polêmico que citamos em primeira mão? A Prefeitura de Porto Seguro notificou a casa de festas Céu de Pitinga, no distrito de Arraial D’Ajuda, por um casamento de médicos (isso mesmo) com mais de 200 convidados, sem máscaras e com aglomeração, em desrespeito a decreto que proíbe festas por causa do Covid-19. Já os médicos (funcionários da prefeitura de BH) sumiram das redes.

Camarote residencial

O brasileiro é mesmo um ser humano criativo. Circulou pelo whatsapp um card com foto de uma varanda gourmet, anunciando um jantar romântico a R$ 1.200 com vista para o campo de futebol do estádio vizinho ao edifício residencial, para quem quisesse assistir a um jogo da segunda divisão do Brasileirão.

Brasil e os gays

 

Pesquisa da Ipsos para o mês do orgulho LGBT+ com entrevistados de 27 países (mil brasileiros participaram) revela que 55% dos brasileiros ouvidos disseram apoiar o casamento de homossexuais. Já 18% se mostraram contrários ao enlace permitido por Lei; 14% são a favor de que haja algum tipo de reconhecimento legal, mas não um casamento; e 14% não souberam responder.

Tudo ok

A Coluna errou. Não procede a informação de instabilidade no sistema online do TSE e afins por ataque de hackers, conforme divulgado ontem.