Moacir Pereira

moacir.pereira@ndmais.com.br Notícias, comentários e análises sobre política, economia, arte e cultura de Santa Catarina com o melhor comentarista politico de Santa Catarina. Fundador do Curso de Jornalismo da UFSC. Integrante da Academia Catarinense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, é autor de 53 livros publicados.


Greve da Comcap: população refém pode se libertar com terceirização

Apoio popular detectado em pesquisas pela privatização é resultado de sucessivas greves dos empregados

Repete-se hoje pela enésima vez mais uma greve dos empregados da Comcap, a autarquia municipal responsável pela coleta de lixo em Florianópolis.

Na alegada motivação desta nova e inaceitável paralisação está a decisão legítima da Prefeitura Municipal de abrir licitação para terceirização dos serviços.

Greves sucessivas causou a privatização – Foto: NDmaisGreves sucessivas causou a privatização – Foto: NDmais

Medida aguardada há anos pela população, que não aguenta mais as sucessivas greves decretadas pelo sindicato da categoria, deixando a cidade emporcalhada, ameaçando a saúde pública e as piores consequências para a circulação de pessoas.

A terceirização agora oficializada era só questão de tempo. E consequência das próprias greves dos trabalhadores.  Nos últimos anos, foram em média duas greves por melhoria salarial.

Segundo a Prefeitura, os salários dos empregados da Comcap são os melhores, no comparativo com os demais servidores municipais.

Refém dos grevistas há muito tempo, a maioria da população vem opinando em pesquisas pela privatização. Como, aliás, já ocorre nos principais municípios de Santa Catarina.

E, na comparação com os custos financeiros, em Joinville, Blumenau e Balneário Camboriu, para citar apenas três exemplos, com  despesas muito menores.

Com os serviços funcionando muito bem. E sem greve alguma.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...