José Serra é diagnosticado com Parkinson e tira licença do Senado

Segundo informado pelo gabinete do parlamentar, nesta terça-feira (10), a doença está em estágio inicial e ele está em bom estado de saúde

O senador José Serra (PSDB-SP) se licenciará do cargo pelos próximos quatro meses para tratamento de doença de Parkinson. Segundo informado pelo gabinete do parlamentar, nesta terça-feira (10), a doença está em estágio inicial e ele está em bom estado de saúde.

José Serra vai se licenciar do cargo para tratamento de doença de Parkinson – Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil/NDJosé Serra vai se licenciar do cargo para tratamento de doença de Parkinson – Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil/ND

O período de licenciamento visa a adaptação à medicação experimental e ao tratamento de distúrbio do sono. “O senador … está seguro de que, ao final deste período, retomará suas atividades com toda a disposição e proatividade que vêm pautando sua atuação no Senado desde 2015”, afirmou no texto.

Além disso, o tucano, que está com 79 anos, também vai tratar do seu distúrbio do sono.

Assume à cadeira do senador o primeiro-suplente José Aníbal. Ele já havia assumido o mandato no Senado Federal quando José Serra foi ministro das Relações Exteriores do governo Michel Temer (MDB).

Segundo o gabinete do senador, “a decisão evitará eventuais paralisações no andamento dos projetos em favor do País”.

Serra se recuperou da Covid-19

No dia 22 de junho, José Serra esteve internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, após ser diagnosticado com o novo coronavírus (Covid-19). Mesmo assintomático, ele cumpriu quarentena no hospital. Foi identifacada apenas uma pneumonia leve.

+

Política Brasileira

Loading...