Luciano Hang fica fora de jantar de Bolsonaro com bilionários, diz colunista

Empresário catarinense teria sido cortado da lista por ser considerado "radical"

O empresário catarinense Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, foi deixado de fora de um jantar oferecido para o presidente Jair Bolsonaro nesta quarta-feira (7).

O evento reuniu bilionários brasileiros que constam na lista da Forbes. A informação é da colunista da Folha de S. Paulo, Mônica Bergamo.

Luciano Hang e Jair Bolsonaro – Foto: Reprodução/NDLuciano Hang e Jair Bolsonaro – Foto: Reprodução/ND

Segundo a nota publicada por Bergamo, o nome de Hang constava de uma pré-lista mas ele acabou excluído porque “a ideia era evitar o convite para amigos de Bolsonaro considerados radicais”.

A lista de convidados também tinha outras exclusões. Dos 65 bilionários brasileiros apontados pela Forbes, apenas nove constavam na relação do jantar.

Entre os que foram efetivamente convidados, dois empresários informaram que não poderiam comparecer por estarem viajando.

Ainda segundo a colunista, nenhuma das nove mulheres que também estão na lista de milionários foi convidada para o evento.

+

Política Brasileira