Rodrigo Constantino

Ele se define como "um liberal sem medo de polêmica ou da patrulha da esquerda politicamente correta".


Lula no centro

Eis a conclusão prática: Lula está elegível e já é candidato em campanha

O STF primeiro mudou sua interpretação sobre a prisão em segunda instância para a soltura de Lula, depois decidiu anos depois que a vara federal de Curitiba não era a adequada para os julgamentos envolvendo o ex-presidente, e por fim considerou o ex-juiz Sergio Moro suspeito, num julgamento inválido.

Nesse esforço para derrotar Bolsonaro, já começa uma narrativa de que Lula nem é radical, nem mesmo alguém de esquerda – Foto: Joka Madruga/Agência PTNesse esforço para derrotar Bolsonaro, já começa uma narrativa de que Lula nem é radical, nem mesmo alguém de esquerda – Foto: Joka Madruga/Agência PT

Tamanha bizarrice causou espanto e indignação em todos que compreendem minimamente os trâmites jurídicos, mas eis a conclusão prática: Lula está elegível e já é candidato em campanha.

O jornalista Guzzo resumiu assim o ocorrido: “A única coisa que aconteceu de fato, no mundo das realidades, é que os ministros do STF livraram o ex-presidente, ilegalmente, dos processos que estavam travando a sua carreira política — e, dessa forma, o transformaram no seu candidato pessoal à presidência da República”. Lula é o candidato supremo, sem dúvida. E também de boa parte da imprensa, do establishment, isso para não falar dos bandidos espalhados por aí.

Nesse esforço para derrotar Bolsonaro, já começa uma narrativa de que Lula nem é radical, nem mesmo alguém de esquerda. Esqueça o Foro de SP, a defesa que o ex-presidente e seu partido fazem até hoje do ditador venezuelano, o histórico dos cerca de 14 anos no poder. Esqueça também o mensalão e o petrolão. Lula é um sujeito moderado, de centro!

Ao menos é o que tenta nos convencer sua assessoria de imprensa espalhada por vários veículos de comunicação. Na Folha de SP, uma chamada com base na opinião do ex-ministro de Lula, Walfrido dos Mares Guia, dava o tom: “Lula é um homem de centro e sofre preconceito de empresários”. Tadinho, uma vítima! O colunista do mesmo jornal, Reinaldo Azevedo, chegou a ridicularizar quem acha Lula um radical. Melhor ele queimar seus livros antigos sobre os petralhas!

O jogo será sujo e pesado. Não faltarão militantes petistas disfarçados de empresários e jornalistas empurrando goela abaixo o discurso requentado do Lulinha Paz e Amor. Gente sem escrúpulos que conta com a memória capenga do eleitor, mesmo nos tempos de internet, com tudo devidamente documentado. Haja contorcionismo!

Mas Lula de fato é um homem no centro, não do espectro político-ideológico, claro. Ele está no centro dessa organização criminosa que tenta nos levar rumo ao destino venezuelano. Lembram do powerpoint do procurador Deltan Dallagnol?

Pois é: Lula está bem ali, no centro de todo aquele mega esquema corrupto. É isso que os abutres querem de volta. E cabe a cada um de nós, brasileiros patriotas, decentes e com apreço pela liberdade, desmascarar essa farsa, que conta com apoio dos saudosistas de um tempo de ladroagem descontrolada no país. É abstinência da droga do poder e o que ele pode trazer aos safados. Não passarão!

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.