Esplanada

Leandro Mazzini é jornalista, escritor e pós-graduado em Ciência Política pela UnB. Iniciou carreira em 1994 e passou pelo Jornal do Brasil, Gazeta Mercantil, Correio do Brasil, Agência Rio, entre outros. O blog é editado por Mazzini com colaboração de Walmor Parente e equipe de Brasília, Recife e São Paulo.


Maioria dos brasileiros é a favor do lockdown, mostra pesquisa

Sondagem nacional da Paraná indica que índice de apoio é maior entre mulheres e mais velhos

A maioria dos brasileiros é a favor do lockdown, contrariando a fala recente do presidente Jair Bolsonaro de que o povo seria contra o fechamento dos serviços não essenciais.

É o que revela sondagem nacional exclusiva da Paraná Pesquisas para a Coluna. Entre os ouvidos, 56,8% são a favor dos decretos dos governadores que ‘fecharam’ os Estados, e 39,8% se disseram contra. 3,4% não souberam responder.

No recorte da pesquisa, observa-se que as mulheres (59,7%) são mais a favor do lockdown que os homens (53,6%). As restrições também são mais apoiadas pelos mais velhos. O índice sobe gradativamente nas cinco faixas etárias de 16 a acima de 60 anos, detalhados pela pesquisa. O leitor pode encontrar os detalhes no nosso portal.

A Paraná ouviu 2.456 brasileiros por telefone, em 202 cidades dos 26 Estados e DF, de 5 a 9 de março. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

Reforma é emprego

A Central Brasileira do Setor de Serviços (Cebrasse) enviou ofícios aos presidentes da Câmara e Senado defendendo a importância do projeto ‘Simplifica Já’, que contempla alternativa para a Reforma Tributária, em tramitação nas casas legislativas.

No ofício, assinado também por 118 entidades, defendem o emprego como foco da Reforma Tributária e solicitam audiências com os presidentes das duas Casas.

Há dias, as entidades assinaram um manifesto em defesa do movimento ‘Simplifica Já’, que entre outros pontos inclui a desoneração da folha salarial.

“Esse ponto, não contemplado nas PECs em análise, é considerado urgente no atual cenário em que a taxa de desemprego está em 14%”, afirma à Coluna o presidente da Cebrasse, João Diniz.

De herói a vilão

Como no Brasil nada segue o script, começou a crucificação do ex-juiz Sérgio Moro no Judiciário. Será punido o homem que tentou trabalhar contra a corrupção. A despeito de seus eventuais erros.

Aperto aéreo

São tempos de caixa apertado. Dos artistas que mais faturam com shows e direitos autorais, o sertanejo Fernando, da dupla com Sorocaba, sente falta do jatinho. Voou ontem na Azul (voo 4054) de Campinas para Brasília, com cara de poucos amigos.

O artista segue num vaivém entre as cidades por boa causa. Nesses tempos sem shows, luta por lei que beneficie o setor de entretenimento para evitar mais prejuízos à classe. O parceiro de palco Sorocaba já esteve com o presidente Jair Bolsonaro em Janeiro.

Foco nacional

Após a visita de milhares de prefeitos e assessores ao Congresso Nacional ( em especial à Câmara dos Deputados) nas últimas semanas, atrás de emendas parlamentares, a situação ficou complicada. Muitos estavam contaminados e assintomáticos. Centenas de assessores pegaram Covid-19. Há gabinetes com dois, até três positivados.

Pelo menos cinco senadores tiveram confirmação da doença. E três deles estão internados na UTI: Alessandro Vieira (SE), Major Olimpio (SP) e Lasier Martins (RS).