Moacir Pereira

Notícias, comentários e análises sobre política, economia, arte e cultura de Santa Catarina com o melhor comentarista politico de Santa Catarina. Fundador do Curso de Jornalismo da UFSC, da Academia Catarinense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, é autor de 53 livros publicados.


Nilson Stainsack: “Prioridade na Câmara será duplicação da BR-470”

Empresário e advogado de Presidente Getúlio assume cadeira na Câmara Federal na quarta-feira

Deputado federal Nilson Francisco Stainsack:

“A duplicação da BR-470 será a bandeira número 1

Advogado, vitorioso empresário e duas vezes prefeito de Presidente Getúlio,  Nilson Francisco Stainsack, do PP, vai assumir cadeira na Câmara Federal na quarta-feira, dia 9 de setembro. Será o primeiro deputado federal do município e região. Vai substituir o deputado federal Darci Matos, do PSD, que licenciou-se para concorrer à Prefeitura de Joinville.

Quais suas principais bandeiras políticas?

A bandeira número um é a duplicação da BR-470, entre Indaial e Curitibanos.  Ela é fundamental não só para o Alto e Médio Vale do Itajaí, mas para todo o Estado.  É vital para a economia catarinense.

Stainback será o primeiro politico de Presidente Getúlio a assumir na CF – Foto: NILSON STAINBACK

Hoje, na região, não existem mais empresários querendo investir aqui porque não há condições para escoar a produção.  Já agendei audiência com o ministro Tarcísio de Freitas, para uma decisão: ou duplicação pelo governo, ou concessão.

E as bandeiras políticas?

Certamente neste período serão as eleições municipais. Estarei apoiando os candidatos a prefeitos e vices. Já falei com o presidente nacional Ciro Nogueira e o secretário estadual Aldo Rosa. Devemos ter 177 candidatos a prefeitos em Santa Catarina e em torno de 40 vices. O partido volta a crescer.  Vamos reivindicar também ao governo estadual.

Como está o governo Moisés no Alto Vale?

Aqui no Alto Vale a posição do governador Moisés está muito difícil. As pessoas que votaram nele estão 100% arrependidas.  Não é 90% não; é 100% de arrependimento.