Esplanada

Leandro Mazzini é jornalista, escritor e pós-graduado em Ciência Política pela UnB. Iniciou carreira em 1994 e passou pelo Jornal do Brasil, Gazeta Mercantil, Correio do Brasil, Agência Rio, entre outros. O blog é editado por Mazzini com colaboração de Walmor Parente e equipe de Brasília, Recife e São Paulo.


País tem 382 shoppings fechados

Sem padrão nacional no combate ao Covid-19, algumas capitais liberam atividades

Um balanço da Associação Brasileira de Shopping Centers (ABRASCE) de ontem, ao qual a Coluna teve acesso, mostra uma radiografia de como o Brasil não segue um padrão de combate ao coronavírus, diante de diferentes decretos de prefeitos e governadores. Hoje, dos filiados à ABRASCE, há 382 shoppings fechados no País; 194 abertos com restrições e 25 shoppings abertos sem restrições ( com movimentação livre de cidadãos ). A maior parte dos shoppings fechados está no Estado de São Paulo, com 188 unidades. Já no Estado do Rio de Janeiro, há 67 abertos com restrições. Em Brasília, os shoppings continuam de portas bloqueadas.

Aborto , de novo

O PL 168/21 na Câmara de Vereadores de São Paulo autoriza o aborto assistido na rede hospitalar municipal. Foi apresentado pela bancada do PSOL. É o que chamam de ‘Programa de Atenção Humanizada ao Aborto Legal e Juridicamente Autorizado’.

Policiais x Covid 

Após a morte de um coronel do BOPE, vazaram em grupos de whatsapp áudios do ex-deputado federal Alberto Fraga (DEM), do DF, e a resposta do presidente Bolsonaro. Fraga pede ao presidente para incluir os policiais como grupo prioritário na vacina contra o Covid-19. Bolsonaro diz que fará o possível, mas alega barreiras legislativas.

O secretário de Saúde do DF, Osnei Okumoto, incluiu os farmacêuticos e outras 13 categorias que atuam na praça como grupos prioritários para a vacinação. Ontem, a Coluna publicou que 17 farmacêuticos já morreram no DF e Entorno vítimas do vírus.

Atrás da mesa

O general Eduardo Pazuello está com medo. Ele assina todos os bilionários contratos e é o seu CPF em todos eles. Sem foro privilegiado, pode até ter pedido de prisão na rua.

Esse é o motivo da demora da saída do Ministério da Saúde, a despeito de o presidente Jair Bolsonaro já ter anunciado o médico Marcelo Queiroga. Pazuello quer foro.

E o patrão?

Empresários criticam governadores pelo lockdown em especial pelo fato de assinarem decreto fechando o comércio, mas sem qualquer plano de ajuda financeira ao patronato.

 Século 21

Uma ex-funcionária de empresa de gestão de processos será indenizada em R$ 8 mil pelo ex-empregador, em Belo Horizonte, por sofrer assédio moral. No pior caso, foi chamada de ‘feia’ e ‘esquisita’ pelo gerente.

Encontro marcado

O chanceler Ernesto Araújo tem encontro (virtual) marcado com o deputado federal Aécio Neves, novo presidente da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara, amanhã de manhã. Araújo, o polêmico ministro do MRE, só esteve na Câmara duas vezes desde que tomou posse em 2018.