Moacir Pereira

Notícias, comentários e análises sobre política, economia, arte e cultura de Santa Catarina com o melhor comentarista politico de Santa Catarina. Fundador do Curso de Jornalismo da UFSC. Integrante da Academia Catarinense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, é autor de 53 livros publicados.


PP e MDB, com divisões internas, juntos no coração do governo Moisés

Dirigentes e parlamentares tem visões antagônicas sobre adesão ao governo

Os dois partidos estão divididos em relação à efetiva participação no atual administração estadual. Mas o fato real é que PP e MDB mergulharam de cabeça no governo Carlos Moisés.
Como esta adesão se dá na véspera de um ano eleitoral com disputas majoritárias, sobram especulações sobre as estratégicas.
Primeiro a ingressar no colegiado com a posse do deputado Altair Silva na Secretaria da Agricultura e a escolha do deputado José Milton Sheffer na liderança do governo, o PP está dividido até na família que o lidera há décadas no Estado. Esperidião Amin e Angela Amin participaram na reunião da Executiva Estadual que convalidou a entrada de Altair Silva e Zé Miltom. Amin chegou a prestigiar a solene posse de Altair Silva no Teatro Pedro Ivo. Mas o filho, João Amin, líder do PP na Assembleia Legislativa tem posição contrária.
A principal dúvida de Amin filho: estando no governo Moisés o PP abre mão da candidatura ao governo?
Indagação semelhante continuam fazendo dirigentes e lideres do MDB, que não aprovaram a posse do deputado Luiz Fernando Vampiro na Secretaria da Educação. A decisão foi da bancada na Assembleia, que assumiu o protagonismo no processo político. O ex-governador Eduardo Moreira, um dos que se opôs ao MDB no governo, tem reiterado que o partido não abre mão de cabeça de chapa ao governo.
PP e MDB já estiveram juntos na gestão Colombo. Mas foi em cargos periféricos. Agora, estão unidos no coração do governo.