Esplanada

Leandro Mazzini é jornalista, escritor e pós-graduado em Ciência Política pela UnB. Iniciou carreira em 1994 e passou pelo Jornal do Brasil, Gazeta Mercantil, Correio do Brasil, Agência Rio, entre outros. O blog é editado por Mazzini com colaboração de Walmor Parente e equipe de Brasília, Recife e São Paulo.


Prefeitura de João Pessoa quebra contratos e lixo se acumula nas ruas

Prefeito saiu de licença e três empresas terceirizadas paralisaram coleta

Não bastassem os hospitais sobrecarregados com pacientes de Covid-19, a capital João Pessoa está às voltas com um surpreendente problema.

Desde segunda-feira, sacos de lixo começam a se acumular pelas ruas da cidade. É que em plena pandemia, a prefeitura quebrou contratos com as três empresas responsáveis pela limpeza urbana.

No domingo, um dia antes da paralisação dos serviços, o prefeito Cícero Lucena tirou licença e deixou o lixo com o vice Léo Bezerra. Segundo consta oficialmente, o prefeito Lucena viajou para São Paulo, Santa Catarina e Brasília em busca de parcerias.

LSN

A revogação da Lei de Segurança Nacional e a criação de uma Lei de Defesa do Estado Democrático de Direito, em substituição à legislação surgida no autoritarismo, serão defendidas na próxima sessão plenária do Instituto dos Advogados Brasileiros hoje.

O plenário irá analisar dois pareceres nesse sentido, de autoria dos advogados Letícia Lins e Silva, Lênio Streck e Pablo Malheiros da Cunha Frota. Criada durante a ditadura militar, a LSN vem sendo usada como instrumento de intimidação contra críticos do Governo. Jornalistas têm sido as maiores vítimas do seu uso abusivo.

Novo hóspede

Os grandes e médios hotéis de capitais (negócios) e de cidades turísticas adaptam seus anúncios para uma nova demanda em tempos de pandemia.

 Um conceito, aliás, que veio para ficar. O novo hóspede em baixa temporada são executivos de capitais,  solteiros ou em casal, que pedem wifi forte e TV a cabo para trabalho remoto.

Empresários e profissionais liberais estão migrando para hotéis fazendas, pousadas praianas e cidades do interior, inclusive com locação de imóvel, para manter as atividades online. É crescente a constatação de que 2021 é outro “ano perdido”.

Frevo a dois

José Mucio tem aliada para eventual candidatura em Pernambuco. Sua ex-colega de TCU Ana Arraes. A matriarca da família Campos não perdoa a família por ingratidões.

O retorno

Alberto Youssef, o doleiro famoso do Brasil, vive de boa na praça novamente. Retirou a tornozeleira eletrônica, segue a rotina num apartamento confortável na Vila Madalena, em São Paulo, e continua com um olho no Paraguai, sua terra preferida.

É guerra

Relatório da Socialbakers, no qual mediu as interações do Facebook para publicações relacionadas à vacina ou ao coronavírus, mostra que Pfizer foi a principal marca de saúde em 2020. A AstraZeneca recebeu mais interações negativas no mesmo período.

Xicanos e brazucas

Março deste ano registrou o maior número – dos últimos 15 anos – de pessoas apreendidas pelas autoridades americanas por tentarem entrar ilegalmente nos Estados Unidos através da fronteira com o México, em busca de refúgio ou asilo na América.

Wall news

Foram cerca de 171 mil prisões efetuadas somente mês passado, e ao todo já são mais de 300 mil somando-se os três primeiros meses do ano. Os dados foram levantados pela AG Immigration para a Coluna. Em tempo, há muitos brasileiros, sempre, nessa lista.