Karina Manarin

Com foco em notícias de política, o blog traz todos os dias também as informações do cotidiano e que interferem diretamente na vida das pessoas de todo o Sul Catarinense.


Rodrigo Pacheco ‘é nossa opção A,B,C e D’, diz Kassab sobre candidato à presidência

Presidente nacional do PSD apontou o senador Rodrigo Pacheco, atualmente no DEM, como a única opção do PSD para a presidência da República nas eleições de 2022

O presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab anunciou durante entrevista coletiva em Florianópolis  que o partido tem como única opção para a candidatura à presidência em 2022 o nome do atual presidente do senado, Rodrigo Pacheco. “É nossa opção A.B,C e D”, respondeu ao ser questionado pelo blog sobre o assunto.Na entrevista, Kassab também antecipou a confiança na possível filiação de Geraldo Alckmin ao PSD. “Estou convencido que virá. Na hora certa virá”, concluiu.

Gilberto Kassab afirmou que o PSD terá candidato à presidência e a governador em 15 estados – Foto: Caio Marcelo/DivulgaçãoGilberto Kassab afirmou que o PSD terá candidato à presidência e a governador em 15 estados – Foto: Caio Marcelo/Divulgação

Kassab enalteceu a trajetória política de Pacheco como deputado federal e depois senador por Minas Gerais. “50% dos eleitores do Brasil querem algo diferente de Lula e de Bolsonaro e é isso que estamos trabalhando”, disse Kassab.

Rodrigo Pacheco é filiado ao DEM mas Kassab afirmou ter confiança que ele se filia ao PSD para assumir a missão de ser candidato a presidente nas eleições do próximo ano. “Tenho condição que teremos candidato, que vamos para o segundo turno e vamos ganhar a eleição” , afirmou.

Questionado sobre a movimentação tanto de Jair Bolsonaro como Lula, com pré-campanha pelo país, Kassab considerou como “desrespeito”. “É um absurdo a antecipação da campanha. Por isso o Rodrigo Pacheco está parado e nem quer falar de eleições agora. A prioridade é o combate à pandemia”, argumentou o presidente nacional do PSD referindo-se a Rodrigo Pacheco, atual presidente do senado pelo DEM.

O presidente nacional do PSD afirmou ainda que o partido deve ter candidatos ao governo em 15 estados e citou o Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo,Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Acre, Paraíba, Sergipe, Maranhão e Santa Catarina.  

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...