STF afirma que decisão do ministro Alexandre de Moraes contra Bolsonaro é fake news

Circula nas redes uma suposta decisão de Moraes de proibir o presidente Bolsonaro de tomar medidas inconstitucionais

O STF (Supremo Tribunal Federal) se manifestou, nesta terça-feira (3), desmentindo a informação de que o ministro Alexandre de Moraes teria proibido o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de tomar medidas inconstitucionais, como intervenção militar, golpe de estado e uso das Forças Armadas para proteção do Poder Executivo.

Circula nas redes uma informação falsa atribuída ao ministro Alexandre de Moraes – Foto: Humberto Pradera/MJC/Divulgação/NDCircula nas redes uma informação falsa atribuída ao ministro Alexandre de Moraes – Foto: Humberto Pradera/MJC/Divulgação/ND

A nota foi emitida após uma publicação, que atribuía ao ministro uma decisão monocrática contra o governo federal, viralizar nas redes sociais.

Segundo o STF, “a postagem cita inquérito de número inexistente (Inquérito 6897), assim como dispositivos do Regimento Interno do STF desconexos, além de conter erros de ortografia e de concordância”.

O texto que circula nas redes ainda revela que o ministro teria ameaçado o presidente de prisão, com base na Lei de Segurança Nacional.

“O STF reitera o alerta para a importância da checagem de informações suspeitas, como forma de evitar a propagação de fake news com o nome de autoridades ou da instituição”, diz a nota do Supremo.

+

Política Brasileira