Esplanada

Leandro Mazzini é jornalista, escritor e pós-graduado em Ciência Política pela UnB. Iniciou carreira em 1994 e passou pelo Jornal do Brasil, Gazeta Mercantil, Correio do Brasil, Agência Rio, entre outros. O blog é editado por Mazzini com colaboração de Walmor Parente e equipe de Brasília, Recife e São Paulo.


Temer e Kassab acreditam que Tributária não passa no Congresso

Políticos controlam duas das maiores bancadas dentro das Casas

Um almoço restrito a poucos convidados na quinta-feira em São Paulo, mas com gente de peso no cenário político e do PIB, mostra um indicativo do que esperar da Reforma Tributária no Congresso Nacional.

O presidente da Associação Comercial de São Paulo, Alfredo Cotait Neto, recebeu na sede políticos e empresários, entre eles o ex-presidente Michel Temer, o presidente do PSD, Gilberto Kassab; Johnny Saad, dono da Band TV; Mansueto Almeida, do BTG Pactual e ex-Governo Bolsonaro; entre outros industriais e banqueiros.

No cardápio, entre uma e outra garfada, o debate sobre o salgado desencontro de projetos em Brasília que pode frear mais uma tentativa de reforma.  Houve unanimidade de que, do jeito que está, a tributária não passará.

Só para um exemplo do peso político, Temer e Kassab controlam duas das maiores bancadas do Congresso Nacional.

As propostas que mais incomodam são as que tratam de Imposto de Renda e a que da unificação do PIS/Cofins. Para eles, a reforma do ministro Paulo Guedes onera patrão e empregado.

 Plantando

Ex-presidente da Assembleia Legislativa de Minas, Adalclever Lopes planeja uma forte agenda no interior para o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD).

A meta é fazê-lo mais conhecido frente ao holofote natural do governador Romeu Zema (NOVO), ajudado pela vitrine do cargo.

Kalil, hoje,  é apontado como candidato ao Governo ano que vem ou em 2026, ou um potencial vice na chapa de presidencial de Lula da Silva (PT) ano que vem.

Ey, Ey, Ey..vem cá

O democrata cristão Eymael, dono do PSDC, visitou há dias o presidente Jair Bolsonaro no Palácio. Estão aliados, sempre. E o convidou a pensar uma filiação ao partido.

Sabe muito

Pedro Cesar Sousa, o subchefe para Assuntos Jurídicos da Secretaria-Geral da Presidência, é um dos homens mais importantes do País hoje. Bolsonaro o convoca para despacho quase todos os dias no gabinete presidencial.

Nada sobre eleição

Jair Bolsonaro voltou a despachar com o vice Hamilton Mourão, há uns dois meses, mas com agenda bem tímida. Ambos protocolares, e com risadas discretas. E só.

Mão forte

Por falar em Minas, o presidente estadual do PSD, Alexandre Silveira, emplacou o novo presidente da CEASA. E articula uma vaga para o senador Antonio Anastasia no Tribunal de Contas da União. Silveira é suplente de Anastasia.

SOS Ciência

Entidades pedem urgência na liberação adicional da cota de importação de insumos para projetos científicos e tecnológicos. Sob a direção do CNPq, a cota de importação isenta de tributos para pesquisa caiu de US$ 300 milhões (média histórica) para US$ 93 milhões este ano.

Loading...