Vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos será destituído do cargo

Deputado federal terá de deixar o cargo após Alexandre de Moraes revogar liminar que garantia o exercício do mandato do deputado; entenda

O vice-presidente da Câmara Federal de Deputados, Marcelo Ramos (PSD-AM), será destituído do cargo após decisão do ministro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) Alexandre de Moraes. Uma nova eleição deve ocorrer ainda nesta semana para decidir o substituto.

Marcelo Ramos (PSD-AM) deixou o PL quando Jair Bolsonaro assumiu o partido – Foto: Divulgação/Agência Senado/NDMarcelo Ramos (PSD-AM) deixou o PL quando Jair Bolsonaro assumiu o partido – Foto: Divulgação/Agência Senado/ND

Alexandre de Moraes decidiu reverter uma liminar em favor do deputado emitida no final de abril. No documento, o PL era impedido de proibir Ramos de atuar como presidente da Câmera caso deixasse legenda. As informações são do portal R7.

Ramos foi eleito para a vice-presidência da Câmara com 396 votos em dezembro de 2021, quando ainda estava no PL. O deputado precisou recorrer ao TSE para ficar no cargo ao decidir deixar o partido em dezembro de 2021 devido à filiação de Bolsonaro.

Ao procurar o TSE, o deputado alegou que o presidente pedia ao partido para que retirasse ramos da vice-presidência. Morais atendeu ao pedido, garantindo o pleno exercício do mandato, mas voltou atrás da decisão. A nova eleição está marcada para quarta-feira (25).

+

Política Brasileira

Loading...