Moacir Pereira

Notícias, comentários e análises sobre política, economia, arte e cultura de Santa Catarina com o melhor comentarista politico de Santa Catarina. Fundador do Curso de Jornalismo da UFSC. Integrante da Academia Catarinense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, é autor de 53 livros publicados.


Visita de Bolsonaro coloca Chapecó na vitrine nacional contra a Covid-19

Presidente enfatiza que Chapecó é exemplo para o Brasil

A visita do presidente Bolsonaro hoje a Santa Catarina colocou Chapecó no cenário nacional com fatos positivos e ações inovadoras contra a Covid-19.   Os discursos de João Rodrigues e Bolsonaro tiveram ampla divulgação por veículos da imprensa catarinense e brasileira.

O presidente estava acompanhado dos ministros Marcelo Queiroga, Tarcisio de Freias e Onyx Lorenzoni.  E fez questão outra vez de mostrar o prestígio do senador Jorginho Melo no Palácio do Palácio e na presidência.

Presidente conheceu o eficaz sistema de combate ao virus – Foto: DivulgaçãoPresidente conheceu o eficaz sistema de combate ao virus – Foto: Divulgação

Durante seu discurso, Bolsonaro voltou a descartar um lockdown nacional e  a defender o tratamento imediato contra o coronavírus. Tambem reiterou críticas as medidas de restrições.

Repetiu diversas vezes, e com toda razão,  que a “liberdade não tem preço”.

— Liberdade acima de tudo, pessoal. A nossa liberdade vale mais do que a nossa própria vida. Quem abre mão de um milimetro da sua liberdade em troca de segurança está condenado no futuro a não ter segurança e não ter liberdade —proclamou.

O Chefe da Nação chegou as 9,30h no aeroporto, onde foi recepcionado por apoiadores. Sob gritos de “mito”, ele se aproximou do grupo. Bolsonaro usava máscara, assim como boa parte dos presentes.

Depois, a comitiva visitou o interior do Centro de Eventos Plinio de Nes, onde foi instalado um hospital de emergência que garantiu assistência aos pacientes.

Na sequência, houve um ato solene com várias autoridades e convidados, quando o prefeito João Rodrigues esclareceu o que foi feito para o sucesso da operação contra a Covid.

Os números falam por si.  Em menos de 30 dias o número de contaminados caiu de 5.555 para apenas 390, queda de 93%.

Há um mês, segundo depoimentos e testemunhas, o Centreventos era um “pandemônio”, tal o número de doentes com o coronavirus. E hoje não há mais pacientes nas UTIS e nos 75 leitos das 2 Clinicas do Centreventos.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.