Zé Trovão é procurado: STF mandou prendê-lo

Ministro do STF mandou prender o caminhoneiro Zé Trovão e o jornalista apoiador de Bolsonaro

Alexandre de Moraes determinou, no último dia 20 de agosto, o bloqueio das redes sociais de Zé Trovão e de outros apoiadores do governo Bolsonaro, os proibindo de se manifestar em qualquer rede social dele ou de outros ou de se comunicar com outros manifestantes. Não adiantou.

O caminhoneiro continuou participando de lives e fazendo vídeos chamando a população para o ato de 7 de setembro.

Acusado de incitar ataques à democracia, Zé Trovão teve de prestar depoimento à Polícia Federal de Joinville, a quem se defendeu dizendo que agiu dentro da legalidade e não feriu nenhum artigo da Constituição.

Recentemente, Zé Trovão e os empresários Turíbio Torres e Juliano Martins protocolaram um pedido ao STF para participar das manifestações do 7 de Setembro.

Ocorre que, na mesma decisão de 20 de agosto, o ministro Alexandre de Moraes proibiu o caminhoneiro e outros investigados de se aproximarem da Praça dos Três Poderes, dos ministros do Supremo e de senadores. Eles deverão manter, pelo menos, um quilômetro de distância do local.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Política Brasileira

Loading...