Chefe do Estado Islâmico é morto em operação comandada pelos Estados Unidos

Comunicado da morte de Abu Ibrahim al-Hashimi al-Qurayshi foi dada pelo presidente Joe Biden na manhã desta quinta-feira (3)

O chefe do Estado Islâmico, Abu Ibrahim al-Hashimi al-Qurayshi, foi morto durante uma operação realizada pelas forças especiais norte-americanas na Síria, durante a madrugada desta quinta-feira (3). O comunicado oficial foi transmitido pelo residente dos Estados Unidos, Joe Biden.

Ataques foram feitos pelos EUA nesta madrugada – Foto: Internet/Reprodução/NDAtaques foram feitos pelos EUA nesta madrugada – Foto: Internet/Reprodução/ND

Segundo o presidente, todos os soldados enviados ao ataque voltaram ao país em segurança.

“Ontem à noite, sob minha direção, as forças militares dos EUA no noroeste da Síria realizaram com sucesso uma operação de contraterrorismo para proteger o povo americano e nossos aliados e tornar o mundo um lugar mais seguro”, escreveu Biden.

“Graças à habilidade e bravura de nossas Forças Armadas, tiramos do campo de batalha Abu Ibrahim al-Hashimi al-Qurayshi — o líder do ISIS”, completou.

Entretanto, o ataque não matou apenas o chefe do Estado Islâmico. De acordo com o OSDH (Observatório Sírio para os Direitos Humanos), outras 13 pessoas foram mortas na operação, incluindo sete civis. Destes, três foram identificadas como mulheres, e quatro como crianças.

*Com informações do Portal R7

+

Política Internacional

Loading...