Com lagosta e muito whisky: Os bastidores do festão que recebeu Príncipe Philip no Brasil

Após passagem por SC, Duque de Edimburgo e Rainha Elizabeth marcaram presença em megaevento no Palácio Itamaraty com direito a 500 litros de whisky escocês

Era 1968 quando o Príncipe Philip, cuja a morte foi anunciada nesta segunda-feira (9), e a Rainha Elizabeth II visitaram o Brasil. Na passagem pelo país, eles visitaram cidades como Recife (PE), Salvador (BA), Brasília (DF), São Paulo (SP), Campinas (SP) e Rio de Janeiro (RJ) ao longo de 11 dias.

A rainha Elizabeth 2ª e o príncipe Philip, da Inglaterra, em novembro de 1968, no Rio de Janeiro, com o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), o tijuquense Luiz Gallotti (em frente a ela), que recebeu da monarca a Grã-Cruz da Ordem de São Miguel e São Jorge – Foto: Acervo Luiz Gallotti Póvoa/Divulgação/NDA rainha Elizabeth 2ª e o príncipe Philip, da Inglaterra, em novembro de 1968, no Rio de Janeiro, com o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), o tijuquense Luiz Gallotti (em frente a ela), que recebeu da monarca a Grã-Cruz da Ordem de São Miguel e São Jorge – Foto: Acervo Luiz Gallotti Póvoa/Divulgação/ND

Entre os compromissos oficiais do Duque de Edimburgo e da rainha estava um evento realizado no Palácio Itamaraty, em Brasília.

Segundo nota divulgada pelo Jornal O Estado, em 6 de novembro de 1968, a “reuniãozinha” com a presença VIP do casal real recebeu seis mil pessoas e teve números que saltam aos olhos: 500 litros de Whisky escocês, 2 mil kg de peru, 2.300 kg de galinha, 460 kg de lagosta, 300 kg de peixe e de camarão.

Na ocasião, eles foram recepcionados pelo então presidente Costa e Silva, que os buscou pessoalmente ao lado da esposa, Dona Yolanda, no Hotel Nacional, onde estavam hospedados, para irem juntos ao Palácio Itamaraty.

Confira a nota publicada no O Estado na íntegra:

Deputada catarinense saúda Elisabete II

A Deputada catarinense Lígia Doutel de Andrade saudou ontem a Rainha Elisabeth II, da Inglaterra, em sua visita a Câmara Federal, depois da saudação que outro catarinense, o Ministro Luis Galloti, pronunciara no Supremo Tribunal Federal.

Na Suprema Côrte do País Elisabete II proferiu um breve discurso, no qual afirmou: “Confio em que esta Côrte de Justiça, continuará a desempenhar um papel de suma importância no progresso do Brasil a manter as velhas tradições estabelecidas por tantos ilustres brasileiros. Rogo a Deus pelo êxito de vossos esforços”.

A Rainha e o Príncipe, após se acomodarem no Hotel Nacional, foram recolhidos à tarde pelo presidente Costa e Silva e Dna. Yolanda. O Marechal condecorou a soberana britânica com o Grande Colar da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul e recebeu a Grande Cruz de Cavaleiro da Venerável Ordem do Cenho. 

Terminadas as cerimônias, o presidente e a Rainha, acompanhados de Dna. Yolanda e do Príncipe Philip rumaram para o Supremo Tribunal Federal, onde foram recebidos em sessão solene.

A noite o Presidente Costa e Silva recepcionou a Rainha no Itamaraty numa festa a qual compareceram seis mil pessoas, tendo sido consumidos 500 litros de whisky escocês, 2 mil quilos de peru, 2.300 de galinha, 460 de lagosta e 300 quilos de peixe e outros tantos de camarão.

Nota em jornal noticia festa que recepcionou o casa real no Palácio Itamaraty, em Brasília – Foto: O Estado/Reprodução/NDNota em jornal noticia festa que recepcionou o casa real no Palácio Itamaraty, em Brasília – Foto: O Estado/Reprodução/ND

+

Política Internacional

Loading...