Presidente do Haiti é morto a tiros em casa, diz primeiro-ministro

Jovenel Moïse, de 53 anos, foi assassinado em casa na madrugada desta quarta-feira (7) por grupo não identificado

O presidente do Haiti, Jovenel Moïse, de 53 anos, foi morto em sua própria casa na madrugada desta quarta-feira (7), segundo o premiê do país, Claude Joseph, informa a BBC News.

Presidente do Haiti é morto a tiros em sua própria casa – Foto: Redes sociais/ReproduçãoPresidente do Haiti é morto a tiros em sua própria casa – Foto: Redes sociais/Reprodução

Conforme o relado do premiê, o ataque foi feito por homens armados e não identificados na Capital do país, em Porto Príncipe. A primeira-dama Martine Marie Etienne Joseph Moïse também teria sido ferida no ataque.

Joseph afirmou que “todas as medidas foram tomadas para garantir a continuidade do Estado”. O presidente estava no poder desde fevereiro de 2017, após seu antecessor Michel Martelly deixar o cargo.

Durante seu governo, Moïse enfrentou acusações de corrupção e ondas de protestos antigovernamentais, muitas vezes violentos. No início deste ano, houve manifestações na Capital e em outras cidades, que exigiam que o presidente renunciasse ao cargo.

A oposição afirma que o mandato de Moïse deveria ter terminado em 7 de fevereiro de 2021, cinco anos após a saída de Martelly. No entanto, o então presidente insistiu que deveria permanecer no cargo por mais um ano, já que ele não tomou posse até 7 de fevereiro de 2017.

O atraso de um ano foi causado por alegações de fraude eleitoral, que anularam o resultado da eleição de 2015. Assim, foram realizadas novas eleições e Moïse ganhou.


        
+

Política Internacional

Loading...