Adriano Silva decide não cercar mais o Centreventos, em Joinville

Em primeira live feita pelo novo governo, prefeito ainda ressaltou medidas para o combate à Covid-19

A prefeitura de Joinville não vai mais cercar o Centreventos Cau Hansen. A decisão foi divulgada nesta quinta (7), durante live feita pelo prefeito Adriano Silva e a vice Rejane Gambin.

A homologação da licitação feita para cercar o local havia sido publicada na segunda (4) e previa que o Executivo pagasse mais de R$ 156 mil à empresa que venceu a licitação para fazer o serviço. O edital foi aberto em outubro, ainda no governo de Udo Döhler.

Centreventos Cau Hansen não será mais cercado, segundo o prefeito – Foto: Arquivo/NDCentreventos Cau Hansen não será mais cercado, segundo o prefeito – Foto: Arquivo/ND

“Hoje eu barrei esse projeto e pedi pra não fazer a licitação da cerca. Nós queremos fazer a parceria público-privada para o Centreventos. Então por que nós vamos gastar agora quase R$ 160 mil e tirar uma área de lazer?”, disse Adriano. A questão deve ser discutida com a empresa que assumir a administração do local.

“Não quero fechar a cidade”

Na live, o prefeito também falou sobre as medidas para o combate à Covid-19. Joinville passou das 500 mortes nesta semana e a Secretaria da Saúde prevê um aumento de casos por causa das festas de fim de ano.

Segundo Adriano Silva, serão abertos mais 20 leitos de UTI, dez no Hospital São José e dez no Hospital Bethesda. Ele ainda reforçou as medidas de prevenção, como uso da máscara, distanciamento social e evitar aglomerações.

“A pandemia ainda existe, não tem como tapar o sol com a peneira. Tudo o que eu não quero é fazer um decreto que venha a fechar a cidade”, ressalta.

Ilha das Flores cercada

Adriano ainda falou sobre a questão do cercamento de um terreno na Ilha das Flores, que acabou gerando muita discussão nas redes sociais após pessoas reclamarem que o prefeito havia tomado a medida e restringido o acesso à área.

“Essa semana apanhei um monte na internet em virtude de uma cerca na Ilha das Flores. Essa cerca não é minha, a área não é minha. Pertence ao meu pai e ele está protegendo o patrimônio dele”, disse Adriano.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Política SC

Loading...