Fabio Gadotti

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.


Além da segurança, outras categorias reclamam de defasagem

Servidores da cultura, esporte e turismo falam que estão sem reposição salarial desde 2013

Centro Integrado de Cultura, ligado à FCC, em Florianópolis / Reprodução NDCentro Integrado de Cultura, ligado à FCC, em Florianópolis / Reprodução ND

Diante da informação publicada pela coluna sobre a defasagem salarial das categorias da segurança pública, o presidente da Associação dos Funcionários da Fundação Catarinense de Cultura, Alzemi Machado, disse que os servidores da cultura, do esporte e do turismo também “estão sem reposição salarial desde 2013.”

Segundo ele, esses setores “lutam pelos mesmos salários e concessões de gratificações que foram estendidas aos demais servidores do Executivo – o que proporcionou uma gritante e injusta disparidade salarial”. “Também precisamos ser ouvidos e ter nossa equiparação salarial resolvida”, reivindica Alzemi.